quinta-feira, outubro 24, 2019

Lições de uma boa gestão !

Meus amigos, estou escrevendo esse ensaio após a derrota do Grêmio de 5 x 0 para o Flamengo numa semifinal de Libertadores. Foi uma coisa inesperada fora dos padrões mas aconteceu. E se aconteceu, podemos tirar algumas lições.

Já havia escrita no Facebook que o Grêmio estava desfocado. Enquanto o Grêmio colocou um time reserva contra o Bahia e perdeu em casa, depois colocou um time reserva contra o Fortaleza e perdeu fora, tudo objetivando preservar jogadores para o grande jogo de ontem. Pelo outro lado, o técnico português sempre colocou em campo força total. e ganhou os jogos que tinha pela frente e atropelou o Grêmio. Duas atitudes. Dois focos diferentes.

Nas empresas acontecem as mesmas coisas. O gestor acha que sabe tudo, não consegue focar naquilo que faz, só faz se algum superior dele mandar e os resultados são desastrosos. Ele mesmo nem está preparado para ser gestor. Foi nomeado, assim como os antigos senadores, chamados de biônicos, eram .

A vida é assim. Remuneram bem quem não merece, nomeiam ignorantes de gestores quando não teriam condições de nem serem auxiliares e os resultados são bem claros e transparentes.

Em tempo, assim que o Grêmio chegou ao Rio, Renato foi jogar futevôlei na praia. Possivelmente seu adversário estava estudando a melhor forma de ganhar do adversário.

E saiu barato.


quinta-feira, outubro 10, 2019

Que saudades do 1 ao 11

Antigamente, e isso não é qualquer tipo de saudosismo de quem já passou dos 30, os times de futebol entravam em campo com uma camiseta que ía do 1 ao 11. Geralmente o 1 era o goleiro e o 11 o ponteiro esquerdo.

Pela numeração, sabíá-se as posições e posicionamento de cada um em campo. Era uma grande ajuda aos narradores e aqueles que estavam indo ao estádio em suas primeiras vezes.

Quem entrasse em campo com um número acima de 13 (o goleiro substituto entrava com a 12) era alguém da reserva, que estava no banco esperando sua chance.

Com o passar dos anos essas coisas mudaram e, hoje me dia, temos uma verdadeira suruba de números nas camisetas dos supostos atletas. Aqueles que ganham mais ainda preservam o número 10. O restante é difícil adivinhar a origem do número.

Só sei dizer o seguinte: o dia em que jogador de futebol tiver mais cultura, teremos uma camiseta estampada um "raiz de 16" nas costas. Ou , mais ou menos 4.

sábado, outubro 05, 2019

Me apaixonei !

Me apaixonei pelo Netflix. Aproveitando meu período de vagabundagem pós demissão de uma empresa querendo seu lugar entre as melhores para se trabalhar mas seus empregados, por dois anos, dizendo que está bem longe disso, me grudei nas séries ofertadas.

Primeiro foi Elite. Um enredo adolescente tudo a ver com a nosso realidade. Intrigas, cheiraçada, transas gays, fofocas, etc... Tudo que estamos acostumados em nossas vidas.

Terminada a série, passei para El Chapo. Parecia que estava vendo o governo FHC, Lula e outros em ação, encobrindo a corrupção e deixando a vida seguir.

A ficção sempre se mistura à vida real.

E segue Netflix nesse momento de ociosidade.

domingo, setembro 15, 2019

Por que os times caem para a Série B do Brasileirão ?

Bom. Começamos do raciocínio. Pela regra, sempre 4 times irão para a Série B. Não tem como escapar.

Mas qual a razão dos grandes clubes passarem por esse vexame ? Eu afirmo que é vexame, pois tem jogadores ganhando 500 mil por mês e jogando a Série B. Ora, se o cara ganha tudo isso, não deveria estar nesse patamar. Mas está.

A coisa é bem complexa. Envolve politicagem, influência de empresários, técnico que não tem autonomia de escalar o próprio time e por aí vai.

O futebol é tão corrupto quanto a política. Tudo em seu preço, nada é dado de graça e, para alguém ser jogador de futebol de time grande, não precisa jogar muito. Basta ter grana para entrar no esquema.

O Brasileirão é um campeonato longo, tem que ter plantel para permanecer na elite mas, antes de mais nada, tem que ter dirigentes vividos, malandros, corruptos e corruptores, para se manter no esquema dos maiores.

Tem muito time melhor que o Avaí na Série B mas o Avaí está na A. Vai voltar rapidinho mas poderia ter feito melhor. O que acontece com o Avaí que não ganhou uma única partida ou talvez tenha ganho uma  ? Envolve folha de pagamento, escolha de jogadores, etc...

Aqui na Chapecoense, se colocassem a gurizada da base para jogar, faria melhor que esses que estão aí. Mas isso não é possível. Há uma grande proteção para quem vem de fora, quem tem empresário, quem não joga coisa alguma e quem manda jogar.

Futebol deixou de ser paixão. Virou negócio.

E  vos digo, um péssimo negócio para os times tupiniquins.

domingo, setembro 08, 2019

Fecha a boca, presidente !

Bolsonaro não tem jeito. Governa como se estivesse numa mesa de bar. Está arrumando a casa mas parece aquelas faxineiras que tem que trabalhar soltando a língua. Não consegue trabalhar quieto. E isso se torna um prato cheio para a Globo que o detesta. Mas será que gostavam do PT ?

Quem assiste o Jornal da Band e depois o Jornal Nacional parece que estão falando de dois países diferentes.

Ficou chato ver a Globo, ler a Zero Hora, a Folha de São Paulo, etc... Parece que estão com medo de alguma coisa. Alguma cobrança de uma pendenga antiga que o PT passava a mão por cima.

Estamos com plena liberdade de expressão. Mas liberdade demais acaba nessa imprensa que estamos vendo hoje.

E com nosso presidente falando mais que o necessário.

quarta-feira, agosto 14, 2019

A Carta

Oi, mãe ! Não sei onde estás nesse momento mas senti necessidade de mandar-te meus parabéns pelo teu aniversário. Essa data será eterna. Sempre farás aniversário nesse 14 de agosto, estando presente ou não.

E como fico feliz nesse dia. Pois o dia em que nasceste para transmitir todo o teu carinho, toda a tua dedicação de esposa e mãe, cuidando do pai, de mim, dos meus irmãos e irmã.

Foram longos 58 anos de convivência que tive contigo e que me deram eternas recordações. Estás presente em meus sonhos, no meu dia-a-dia e tem horas que parece-me que estás ao meu lado dando teus palpites sempre presenciais em minha vida.

Estou com saudades ! Ah, esse velho desejo de trazer coisas passadas para o presente. É um exercício natural do ser humano.

E ainda bem que tenho muitas, mas muitas fotos de registros de momentos bem felizes contigo.

Mas tenho um recado importante para te dizer: te transformei uma eterna pessoa em um restaurante na cidade de Amsterdam que recebe o nome de Moeders. Lá está uma caneca com uma foto que tirei no jardim do condomínio onde morarmos por muitos anos em Porto Alegre.

Mãe, sinto muito a tua presença. E acredito que a recíproca é verdadeira. Um dia nos encontraremos, com certeza. Ou sei se tenho tanta certeza assim.

Feliz aniversário ! Te amo !


terça-feira, julho 16, 2019

Velhice é chata ?

Quando se dão aquelas conversas onde há pessoas de várias gerações juntas, as comparações entre o passado e o presente, o tempo melhor e pior, as vantagens e desvantagens de ter vivido tempos atrás ou nos dias de hoje sempre vem à tona.

A célebre frase do vovô da turma dizendo que , no meu tempo não tinha internet e a gente era bem feliz. Esse apenas um exemplo. Entram na discussão, no pós e contras, o microondas, a bola de gude, o iôiô, o celular, o bitcoin, patinete elétrico e o convencional e por aí vai.

O bom mesmo é fazer o tempo que a gente vive o melhor de todos. Acumular cultura, conhecimento, educação, saúde.

A conversa é longa. Então trás um um garrafão de vinho pra gente continuar o papo.

Esse, pelo menos, continua igual.

Lições de uma boa gestão !

Meus amigos, estou escrevendo esse ensaio após a derrota do Grêmio de 5 x 0 para o Flamengo numa semifinal de Libertadores. Foi uma coisa in...