segunda-feira, dezembro 30, 2013

A grande promessa e o abismo final !

Saiu de uma cidade do interior. O garoto, sem ainda ter consciencia dos fatos, trocou seis por meia dúzia. E os pais, como todos os frustados na vida, tinham no seu sucessor a esperança do sucesso familiar. Os pais não eram exemplo para isso mas investiram no negócio como se fosse um produto da bolsa de valores.

O garoto foi crescendo mostrando um lado intelectual apurado, bem estranho ao meio familiar que convivia. E junto disso veio uma índole diferente: ser o primeiro a todo custo, o centro das atenções e, assim, conquistar amigos e, inevitavelmente, inimigos. Para esses últimos, a tática da sedução veio à tona.

Com uma aparencia diferenciada pelos olhos e um jeito meigo de ser, foi conquistando seu espaço e se tornando o amado e querido da turma.

Conquistada a etapa inicial de sua formação cultural e nascido na geração Y, ficou difícil enfrentar o mundo lá fora e decepções afloraram na vida. Contumaz nos líquidos alcoólicos, vindo direto do seu DNA familiar, confundia diversão com sexo e se entregava depois de algumas garrafas para o bel prazer dos amigos próximos que o via como uma presa sexual fácil de ser dominada.

Como resultado, aproximações não sinceras e indesejáveis começaram a fazer parte de sua turma. E a cegueira que tomou conta do rapaz, por conta da difícil socialização no meio normal dos humanos acima do virtual o qual dominava, o levou a programas relacionados com o que sentia atração nos vídeos da madrugada encerrado no seu quarto de um pequeno apartamento dividido com os pais.

As redes sociais se tornaram seu grande elo de comunicação com o mundo e pensamentos e atitudes explícitas na vida começaram a vir à tona para conhecimento geral. Nem as configurações disponíveis conseguiram esconder suas preferencias e a família completava, assim, o elo do "undergroud" que faltava.

As identidades que surgiam sobre sua pessoa nas redes sociais era uma tentativa de esconder seu verdadeiro eu, utilizando-se de pseudônimos que o confundiam com sua própria realidade e visível a todos que o conheciam. Textos, nessas redes, eram escritos com uma mistura de falta de foco, palavras pouco usuais mas presentes no conhecimento adquirido ao longo do tempo e conclusões, sob a visão dos leitores, confusas e difusas mas que não valia o comentário da questão e sim seu corpo sensual, como mesmo o intitulava, disponível depois de alguns goles de uma bebida barata.

E assim foi passando o tempo, sem nada ter sido construído e a eterna promessa da criança serelepe e inteligente, com inúmeros adjetivos positivos, se espraiou no encontro do virtual com o real à ponto de ter seu ganhapão vir de programas eróticos disponíveis em salas de batepapo.

A vida, ao melhor estilo dos escritores e intelectuais do gênero, estava marcada pela abreviatura.

E o garoto, assim como milhões de outros brasileiros sonhadores, caiu no esquecimento depois que mais ninguém o encontrou por aí. Muito menos nas redes socias.


*essa é uma estória fictícia onde qualquer semelhança com a realidade não passa de devaneios e mera coincidencia.

domingo, dezembro 29, 2013

Por que não crescemos ?

A pergunta acima vale tanto para  as pessoas quanto ao nosso país Brasil. O que nos impede de crescer, em todos os sentidos ? Seria o problema do país refletido nas pessoas ?

Acredito que, no caso Brasil, não seja pela falta de cabeças pensantes e inteligentes que tenhamos esse problema. Observo que temos muitos ministérios, até me número exagerado, que mais estão ali para cumprir conchavos e acordos políticos com o puro interesse de determinado partido ganhar as eleições. Dentro desse quadro, obviamente que temos uma mão-de-obra extremamente desqualificada preenchida por ministros bizarros e com conhecimento quase nulo da pasta que assumem. Isso, certamente, emperra o desenvolvimento.

Funciona, ou nem funciona, que nem você ser o cabeça de um time, o craque, o talentoso, mas em sua volta tem uns 3 mais ou menos e o resto uma cambada de pernas-de-pau. O time não irá longe em campeonato algum. Apenas vai levando a sua participação sem qualquer tipo de ambição pela mão-de-obra desqualificada que tem.

O mesmo ocorre no nosso país ! E o mesmo ocorrem com as pessoas que vivem nele !

Óbvio que temos um segmento, uma turma, que se destaca, e muito, pela sua competencia e objetividade nas coisas que faz mas a grande maioria não cresce. Apenas sobrevive utilizando as redes sociais como bengala de sua falta de iniciativa, comentando e publicando besteiróis em profusão. Utiliza um grande parte do tempo disponível do seu dia nesse vício tecnológico pois não saberia, ou desaprendeu, ou mesmo nunca aprendeu a utilizar seu tempo livre em coisas mais úteis, mais objetivas, coisas que o façam crescer.

Crescer como pessoa, crescer junto com o seu país Brasil !

domingo, dezembro 15, 2013

A Vida dá Muitas Voltas !

Assim como acontece na Terra
acontece também lá na frente
a Terra vai dando voltas
e a vida dando voltas com a gente

As pessoas vão dando suas caras
e a Terra nos dando chuva e temporal
e tem gente que ainda insiste
em ser arrogante e boçal

Enquanto a Terra gira para um lado
tem pessoas que teimam em ir diferente
uns tentando vencer na vida
outros contentes em ser indigente

E assim caminha a humanidade
com a Terra sempre girando
e eu aqui sentado escrevendo uma poesia
que deveria ser uma crônica do tipo limpando

terça-feira, dezembro 10, 2013

Como faz diferença .....

Tu assistires um discurso de um presidente de uma nação falando com desenvoltura, sem ler qualquer tipo de texto e com pleno domínio sobre o assunto em questão, certamente orgulha o seu povo.
O povo reconhece que ali está uma pessoa inteligente, objetiva, com desenvoltura e que transmite uma segurança imperceptível para o povo o qual ele representa.

Um chefe de nação que, num evento importante, lê um discurso chato, mal escrito e mal lido, é uma vergonha para o seu povo. O povo sempre espera que seu representante faça um papel bonito quando está reunido com os demais líderes de nações . E um desastre nesse tipo de oportunidade sempre nos dá uma tristeza grande e uma ducha de água fria na nossa auto-estima.

Estou me referindo a dois discursos que assiste na televisão, nos funerais de Mandela: o de Obama e o de Dilma !

Deixarás Saudades !

Como é bacana quando uma pessoa nos deixa nessa vida, deixa, também, um legado. Um legado de amor à vida, ao próximo e muitos, mas muitos en...