sábado, julho 21, 2018

As Estatísticas Enganosas !

Cuidando com o que tu lês ! Estatísticas divulgadas requerem um certo cuidado ao analisarmos, Essa história de que uma empresa cresceu tanto por cento tem que vir acompanhada de outros números.

Vou te dar um exemplo bem simples: o empresário tem uma empresa de guardachuva. Investiu um dinheirão e vendeu, durante o ano, uma peça. No ano seguinte vendeu 2 peças. Aí os caras divulgam que a empresa cresceu 100% mas ela continua falida.

Outra estatística enganosa é sobre o número de homicídios em determinado bairro sem divulgar a população antes e depois desses homicídios. Se ano passado teve 30 homicídios e no ano seguinte 25, não necessariamente diminuiu pois a população do bairro pode ter diminuído em função do número elevado de homicídios anteriores e foram morar em outro lugar. Então a coisa continua na mesma.

Cuidado com os números. Cuidado com as estatísticas.

terça-feira, julho 17, 2018

Caminhos que se abrem !

Aos poucos vai se conhecendo o lugar. Pode demorar semanas, meses, semestres...O conhecimento chega, a ousadia aparece, o inusitado acontece.

Quando achamos que a chama tivesse apagado , surge uma fagulha que te dá um impulso de esperança, trazendo palavras positivas, um reconhecimento ímpar, uma história que também sabe contar.

Nesse ponto surge o tesão e o conhecimento caminhando juntos por um objetivo de dar os primeiros passos para essa cidade se transformar numa referência cultural.

Bem-vindos a Chapecó !

sábado, julho 14, 2018

Deu match !

Um vinho, notas musicais em forma de melodia navegando pelo apartamento, corpos ousados....
A mente agradecia aquele momento. Os neurônios se abraçavam. O fígado trabalhando sem parar. O coração acompanhando a música.

Nove da noite... duas da madrugada... 6 da manhã ...

Deu match !

sábado, julho 07, 2018

Estamos Voltando pra Casa !

Lulu Santos ainda cantarola pelo Brasil à fora essa frase. Ele continua na ativa, cinquentão, mas firme nos palcos. Já nossa seleção brasileira de futebol teve vida curta nesse mundial. Tenho minhas teses.

A primeira é que deveriam ser convocados apenas aqueles que jogam em solo brasileiro. Te garanto que formaríamos uma baita seleção. Não envolveria dinheiro, empresários, palpiteiros, obediências de patrocinadores, etc... E tem mais: todos jogariam o campeonato da vida e ainda estariam na janela para alçar vôos mais altos.

Os jogadores decepcionaram. O goleiro Alisson, se fosse substituído pelo Pitol, goleiro do Brasil-PE que disputa a série B do Brasileirão, teria o mesmo desempenho, ou melhor. G Jesus foi um verdadeiro fracasso assim como o Cai-cai Neymar que, de tanto que perdeu a credibilidade, até em pênaltis reais os juízes não acreditam que ele caiu pelo fato de ter sido derrubado,

E agora vem nosso maior problema: o técnico ! O filósofo da bola ! Não sei qual o linguajar que ele usa para falar com os jogadores mas se for o mesmo que ele fala com a imprensa, é fracasso na certa. Tite é inteligente. Suas palestras, para um público universitário pra cima, devem ser ótimas. Mas conversa de vestiário é outra coisa.

Jogador de seleção é rico mas continua ignorante, com poucas exceções. Falar difícil para ele acaba dando um nó nos neurônios e aí o resultado é nulo.

Seleção brasileira volta pra casa pelo seu péssimo desempenho enganatório. Empatou a primeira com um time fraco. Não venceu, no tempo normal, outro time fraco tendo, segundo dizem, eu não concordo, o atleta da vitrine caindo em prantos no segundo jogo, ganho nos descontos.

Analise esses e outros fatores não escritos, sentado numa cadeira no outro lado da rua da concentração brasileira. O resultador será: isso não vai dar certo !

Estamos voltando pra casa !

domingo, julho 01, 2018

Nunca contei para qualquer pessoa !

Realmente, isso que lhes contarei agora nunca foi relatado para qualquer pessoa. Foi o dia, ou a noite, que resolvi ficar perambulando pelas ruas de Porto Alegre. Mesmo tendo um lar para dormir, resolvi ficar nas ruas para ver o que se passava.

Peguei um ônibus e fui para o centro da cidade. Em frente ao prédio da prefeitura acontecia uma cerimonial de uma igreja e por lá fiquei ouvindo o que rolava. Uma lavagem cerebral que nada tinha a ver comigo. No final, um prato de comida para cada um. Não aceitei. Me ofereceram. Nada tinha a ver comigo.

Percorri mais ruas naquela madrugada fria e me deparei com um músico tocando seu violão ao lado de um cobertor de acampamento. O cara era bom e tinha até músicas própria. Nisso chegou um outro transeunte e pediu o violão. Meu Deus ! O cara tocava muito bem e cantava como se fosse um rock star.

Já eram quase 5 da manhã quando o morador de rua colocou seu violão no "sleep bag" , se acomodou e foi dormir. Antes disso, um cidadão lhe trouxe um lanche e uma lata de cerveja.

Chorei de presenciar tanta soliedariedade humana nas ruas da cidade, perambulando sem rumo e observando o que se passava nas noites portoalegrenses.

Foi só uma parte. Mas foi uma parte importante da constituição do cidadão que sou hoje.

Coitado do Van Gogh !

Vincent Van Gogh, famoso pintor holandês (o restante sobre ele procurem no wikipedia) foi o homenageado pelo banco Santander, aliás espanhol...