segunda-feira, dezembro 30, 2013

A grande promessa e o abismo final !

Saiu de uma cidade do interior. O garoto, sem ainda ter consciencia dos fatos, trocou seis por meia dúzia. E os pais, como todos os frustados na vida, tinham no seu sucessor a esperança do sucesso familiar. Os pais não eram exemplo para isso mas investiram no negócio como se fosse um produto da bolsa de valores.

O garoto foi crescendo mostrando um lado intelectual apurado, bem estranho ao meio familiar que convivia. E junto disso veio uma índole diferente: ser o primeiro a todo custo, o centro das atenções e, assim, conquistar amigos e, inevitavelmente, inimigos. Para esses últimos, a tática da sedução veio à tona.

Com uma aparencia diferenciada pelos olhos e um jeito meigo de ser, foi conquistando seu espaço e se tornando o amado e querido da turma.

Conquistada a etapa inicial de sua formação cultural e nascido na geração Y, ficou difícil enfrentar o mundo lá fora e decepções afloraram na vida. Contumaz nos líquidos alcoólicos, vindo direto do seu DNA familiar, confundia diversão com sexo e se entregava depois de algumas garrafas para o bel prazer dos amigos próximos que o via como uma presa sexual fácil de ser dominada.

Como resultado, aproximações não sinceras e indesejáveis começaram a fazer parte de sua turma. E a cegueira que tomou conta do rapaz, por conta da difícil socialização no meio normal dos humanos acima do virtual o qual dominava, o levou a programas relacionados com o que sentia atração nos vídeos da madrugada encerrado no seu quarto de um pequeno apartamento dividido com os pais.

As redes sociais se tornaram seu grande elo de comunicação com o mundo e pensamentos e atitudes explícitas na vida começaram a vir à tona para conhecimento geral. Nem as configurações disponíveis conseguiram esconder suas preferencias e a família completava, assim, o elo do "undergroud" que faltava.

As identidades que surgiam sobre sua pessoa nas redes sociais era uma tentativa de esconder seu verdadeiro eu, utilizando-se de pseudônimos que o confundiam com sua própria realidade e visível a todos que o conheciam. Textos, nessas redes, eram escritos com uma mistura de falta de foco, palavras pouco usuais mas presentes no conhecimento adquirido ao longo do tempo e conclusões, sob a visão dos leitores, confusas e difusas mas que não valia o comentário da questão e sim seu corpo sensual, como mesmo o intitulava, disponível depois de alguns goles de uma bebida barata.

E assim foi passando o tempo, sem nada ter sido construído e a eterna promessa da criança serelepe e inteligente, com inúmeros adjetivos positivos, se espraiou no encontro do virtual com o real à ponto de ter seu ganhapão vir de programas eróticos disponíveis em salas de batepapo.

A vida, ao melhor estilo dos escritores e intelectuais do gênero, estava marcada pela abreviatura.

E o garoto, assim como milhões de outros brasileiros sonhadores, caiu no esquecimento depois que mais ninguém o encontrou por aí. Muito menos nas redes socias.


*essa é uma estória fictícia onde qualquer semelhança com a realidade não passa de devaneios e mera coincidencia.

domingo, dezembro 29, 2013

Por que não crescemos ?

A pergunta acima vale tanto para  as pessoas quanto ao nosso país Brasil. O que nos impede de crescer, em todos os sentidos ? Seria o problema do país refletido nas pessoas ?

Acredito que, no caso Brasil, não seja pela falta de cabeças pensantes e inteligentes que tenhamos esse problema. Observo que temos muitos ministérios, até me número exagerado, que mais estão ali para cumprir conchavos e acordos políticos com o puro interesse de determinado partido ganhar as eleições. Dentro desse quadro, obviamente que temos uma mão-de-obra extremamente desqualificada preenchida por ministros bizarros e com conhecimento quase nulo da pasta que assumem. Isso, certamente, emperra o desenvolvimento.

Funciona, ou nem funciona, que nem você ser o cabeça de um time, o craque, o talentoso, mas em sua volta tem uns 3 mais ou menos e o resto uma cambada de pernas-de-pau. O time não irá longe em campeonato algum. Apenas vai levando a sua participação sem qualquer tipo de ambição pela mão-de-obra desqualificada que tem.

O mesmo ocorre no nosso país ! E o mesmo ocorrem com as pessoas que vivem nele !

Óbvio que temos um segmento, uma turma, que se destaca, e muito, pela sua competencia e objetividade nas coisas que faz mas a grande maioria não cresce. Apenas sobrevive utilizando as redes sociais como bengala de sua falta de iniciativa, comentando e publicando besteiróis em profusão. Utiliza um grande parte do tempo disponível do seu dia nesse vício tecnológico pois não saberia, ou desaprendeu, ou mesmo nunca aprendeu a utilizar seu tempo livre em coisas mais úteis, mais objetivas, coisas que o façam crescer.

Crescer como pessoa, crescer junto com o seu país Brasil !

domingo, dezembro 15, 2013

A Vida dá Muitas Voltas !

Assim como acontece na Terra
acontece também lá na frente
a Terra vai dando voltas
e a vida dando voltas com a gente

As pessoas vão dando suas caras
e a Terra nos dando chuva e temporal
e tem gente que ainda insiste
em ser arrogante e boçal

Enquanto a Terra gira para um lado
tem pessoas que teimam em ir diferente
uns tentando vencer na vida
outros contentes em ser indigente

E assim caminha a humanidade
com a Terra sempre girando
e eu aqui sentado escrevendo uma poesia
que deveria ser uma crônica do tipo limpando

terça-feira, dezembro 10, 2013

Como faz diferença .....

Tu assistires um discurso de um presidente de uma nação falando com desenvoltura, sem ler qualquer tipo de texto e com pleno domínio sobre o assunto em questão, certamente orgulha o seu povo.
O povo reconhece que ali está uma pessoa inteligente, objetiva, com desenvoltura e que transmite uma segurança imperceptível para o povo o qual ele representa.

Um chefe de nação que, num evento importante, lê um discurso chato, mal escrito e mal lido, é uma vergonha para o seu povo. O povo sempre espera que seu representante faça um papel bonito quando está reunido com os demais líderes de nações . E um desastre nesse tipo de oportunidade sempre nos dá uma tristeza grande e uma ducha de água fria na nossa auto-estima.

Estou me referindo a dois discursos que assiste na televisão, nos funerais de Mandela: o de Obama e o de Dilma !

terça-feira, novembro 26, 2013

Rua Bento Martins

Engraçado...essa rua tem em todas as cidades.......o rapaz tava perdido, sem saber pra onde ir, um tsunami estava à caminho mas era difícil ver sua aproximação....ele chegou até mim...eu disse......te abriga na casa da Ordem dos Músicos....lá saberás o soneto certo pra ouvir na tempestade.......

E que lombinha desgraçada essa !.

segunda-feira, novembro 18, 2013

sábado, novembro 09, 2013

A grande ilusão da convivencia humana !

Tive, recentemente, uma grande ilusão no que se refere a uma amizade. Parecia tudo muito bacana, muito elegante, mas a coisa descambou para o barraco, para a baixaria. De onde sai tal índole ? De onde sai tal ato espontaneo a ponto de interferir no resultado de uma suposta amizade ?

Concluí que fatores externos tem importante participação. As pessoas, de um modo geral, são muito influenciáveis e isso acaba resultando em coisas desagradáveis.

As más influencias da vida, os amigos que não prestam e que se deleitam em ver a lenha na fogueira queimando.....tudo isso faz parte do resultado final.....o meiguinho envolvido acaba aceitando o conselho dos mais velhos e ele mesmo acaba sendo o protagonista de uma situação embaraçosa.

Os amigos se divertem e ele paga o pato. 25 anos de vida não foram o suficiente para torná-lo esperto. Ele acaba sendo a putinha disponível para os seus amigos deitarem e rolarem. No fundo, esse me parece ser seu grande desejo.

sexta-feira, novembro 08, 2013

A difícil arte de diferenciar os verdadeiros amigos !

Sou um cara vivido mas sempre a vida nos reserva surpresas. Amizades feitas e correspondidas se transformam em teu inimigo de uma hora para a outra.

Vejo, nesses casos, uma grande vulnerabilidade de personalidade onde um amigo de ocasião faz a cabeça do ingênuo com palavras simples e fantasiosas. A pessoa influenciada, geralmente, é um nerd que foi jogado ao mundo, pais despreparados e com sérios problemas externos, pouco dinheiro para dar um certo conforto ao filho único mas que conseguiram realizar seu sonho sendo que o mesmo se transformou em pesadelo.

O filho investido, visivelmente com comportamentos bipolares, joga por água abaixo todo o investimento dos pais pois se tornou um indivíduo problemático e vulnerável a qualquer coisa da vida.

Toma atitudes influenciado por pseudo-amigos os quais estão ali mais para se aproveitar sexualmente da parte fraca que o representa e acabam fazendo sua pequena cabeça induzindo-o a atitudes que poderão lhe trazer grandes problemas.Os conselheiros estão mais do que protegidos. Nunca se envolverão da essencia do problema.

Todos, acredito, tenham esse tipo de problema ! Somos, muitas vezes. cegos em sabermos o que presta e o que não presta para com a nossa pessoa. Só saberemos distinguir isso ao longo do tempo. E, muitas vezes, será tarde demais.


terça-feira, novembro 05, 2013

O Cavalo Encilhado !

Esse é um termo gauchesco referente a uma oportunidade, geralmente única, que passa na nossa frente e que temos que subir no cavalo ou deixá-lo partir.

Refere-se aquela situação de pegar ou largar um negócio, um emprego, um novo rumo na vida e que a ousadia de encarar a oportunidade pesa muito. Como somos cagões ! Se o cara vem de uma família acomodada onde tudo que se tem de idéia inovadora e revolucionária soa como uma música fora do contexto, o balde de água fria é inevitável. E aquele ímpeto empreendedor que a gente tem aos poucos vai se diluindo em direção a uma vida pacata e comum.

Esse é o grande desafio do adolescente com um dom que já veio no seu DNA. Um exímio baterista, guitarrista, cantor, músico, entre outas tantas profissões l ..... tem ele, o talentoso, dentro da sua própria casa uma grande resistencia a não seguir adiante. Nossos pais, e afirmo que isso ainda existe fortemente, não conseguem ver que músico, ator, comediante, pipoqueiro.... é, também, uma profissão e que se pode viver dela.

Os nossos pais afirmam que somente alguns se dão bem nesse ramo. Somente alguns tem a sorte de ficarem ricos fazendo shows e tudo mais. Eu retruco dizendo que isso está em todas as profissões. Nem todos os engenheiros, médicos, psicólogos, administradores, artistas, comediantes, empresários, etc...são ricos e famosos. Isso está sempre reservado a um pequeno grupo.

Mas a pergunta que faço é a seguinte: quem disse que eu quero ser rico e famoso ? Eu quero fazer aquilo que eu gosto e sei fazer muito bem e sou bom ! E, certamente, serei um cidadão feliz e realizado comigo mesmo. Não morrerei de fome e terei uma vida boa, talvez rico e famoso, talvez feliz e realizado, nunca um frustrado.

quinta-feira, outubro 31, 2013

O Nosso Ralouim !

Escrevi nas redes sociais, ontem, sobre esse dia tão tradicional nos Estados Unidos mas que soa muito estranho por aqui. Mas como somos quase macacos de imitação de certos hábitos e culturas de outros países, isso nem chega a ter muita importancia.

Nesse aspecto os americanos são bem fiéis ao que a cultura e tradições deles proporciona. Quase que impossível você encontrar um grupo de americanos em volta de uma fogueira, vestidos de caipira e decoração com bandeirinhas coloridas no mês de julho.

Mas pessoas vestidas de bruxas, abóboras transformadas em monstros, principalmente na região sul e sudeste desse país, a gente encontra aos montes no final do mês de outubro.

Tenho uma vaga informação de como começou esse festejo americano assim como tenho outra vaga ideia de como as festas de São João começaram.

Apesar de tudo, a macaquice movimenta a economia por essas bandas tupiniquins. O díficil, mesmo, será um brasileiro escrever HALLOWEEN corretamente. E se não acertar vai ter travessura pela frente !

sexta-feira, outubro 18, 2013

Cresci sem Internet !

Volta e meia esse tema me vem à tona ! Como pude passar minha infancia e adolescencia sem estar plugado em uma rede social ?

Claro, os tempos eram outros ! Tínhamos que ir à luta para fazer novas amizades, para conhecermos novas pessoas, para sermos sociais. E isso, obrigatoriamente, nos fazia sair de casa. Ir às ruas !

Hoje a coisa é bem mais simples para os adolescentes e pessoas em geral. Basta o contato inicial com alguém do colégio ou do trabalho que os próprios programas sociais se encarregam de te indicar quem serão teus próximos amigos. Para quem conhece um pouco de matemática, é uma PG de razão, no mínimo , 2.

E nas minhas solitárias reflexões em mesa de bar fico pensando uma coisa que me intriga: e se acabassem, de uma hora para outra, a internet ? Nada de redes sociais, de navegações, nem o pornô da madrugada.....O que seria dessa geração X,Y,Z sem internet ? Os smartphones ficariam obsoletos, assim como os tablets, notes, laps, etc.....

Penso que haveria um suicídio em massa ! Um descontentamento geral com a única ferramenta disponível para que essas gerações tenham contato conosco, os mais velhos e que ainda estamos por aqui.

terça-feira, outubro 15, 2013

Copa FIFA 2014

Estive à margem do que rola no futebol mundial. Segundo um amigo que vive desse trabalho, de fazer reportagens e matérias sobre o futebol pelos mais diversos países, a dinheirama que rola nesse meio é imensurável. Ele me desafiou a "chutar" um número quantitativo sobre as cifras que estão envolvidas com esse esporte e, vos digo, que errei feio, para menos.

A cifra que rola no esporte futebol, principalmente nas competições e clubes de primeira linha, é algo fora do nosso raciocínio. As marcas envolvidas, as vendas dos apetrechos múltiplos, os campeonatos, e por aí afora, me leva a uma dúvida sobre o poder econômico influenciando no resultado das competições.

Já tivemos sérios indícios sobre essa questão envolvendo meu clube, o Internacional de Porto Alegre, quando foi escancaradamente prejudicado em detrimento de um clube paulista que sempre teve o agrado de uma grande rede de comunicação brasileira.

Não consigo imaginar um envolvimento extracampo. Mas que ele existe, com certeza existe, segundo esse meu amigo que vive e sustenta sua família tendo o pano de fundo o futebol.

O dinheiro superou a emoção, a paixão ! A sua emoção está predestinada assim como a sua paixão vem sendo manipulada.

E viva o futebol.

sábado, outubro 12, 2013

Dia das Crianças !

As lojas agradecem esse dia
pois o movimento é infernal
dia das crianças virou um dia
de um consumo descomunal

Criança gosta de brincar
independente do brinquedo que tem
se distrai com qualquer coisa
atiçando o ladro criativo que advém

Livros são raros na lista
muito menos jogos simples como um dominó
os pais insistem no lado eletrônico
sem perdão e dó

Criança curte é amor e alegria
e um cantinho para brincar
os pais lhe dando toda a atenção
e para a vida se preparar


quinta-feira, outubro 10, 2013

A criatividade humana !

Comparado aos outros animais, somos os que tem o privilégio de uma mente de infinitas combinações de criação, de devaneios, de soluções, de indagações, de questionamentos, de confusões, e por aí vai.

Nossa capacidade de pensar, segundo estudiosos, é infinita. Ninguém, até hoje, conseguiu afirmar o quanto podemos ir nesse diferencial cerebral perante os outros animais.

O ser humano, comparado aos demais animais, corre pouco, enxerga mal, ouve com dificuldade, tem um paladar restrito, nadamos devagar mas temos um cérebro que os outros tem e muito limitado. Fomos feitos para usar esse cérebro, para exercitar esse cérebro e não para sair pulando, correndo, nadando....

O nosso cérebro, na grande maioria das pessoas, é pouco exercitado, pouco incentivado ao exercício, pouco exigido. Essa é a grande falha, ao meu ver, nossa. Nunca demos o devido valor ao nosso diferencial.

O resultado disso é a grande dificuldade de nos relacionarmos, de criarmos coisas, de sermos diferentes.

Deixo aqui o texto para ser pensado pelos meus amigos leitores.

segunda-feira, outubro 07, 2013

Um pouco distante !

Peço desculpas aos meu leitores por estar escrevendo menos aqui neste espaço.

A desculpa, talvez soando um pouco esfarrapada, é meu envolvimento com a finalização de meu primeiro livro de crônicas.

O termo esfarrapado saiu naturalmente da minha autocrítica pois sempre temos para tudo que queremos fazer. É só uma questão de querer e não de procrastinar.

Nessa semana que começa escreverei coisas novas por aqui. Assunto é que não falta !

quinta-feira, setembro 12, 2013

Não me dei por vencido !

Tinha sido uma semana atípica. De uma hora para a outra, meus amigos tinham sumido, lembranças de bons momentos desapareceram, estava sozinho no mundo, novamente.

Ficava pensando como é que pode coisas ruins acontecerem com pessoas, como eu, que não prego o mal, sou educado com as pessoas, tenho um bom relacionamento familiar e até com alguns vizinhos. Mas o mundo desabou. Restava a minha dignidade.

Como pode ter isso acontecido comigo ? E tudo numa mesma semana ? Mas não me dei por derrotado, por um fracassado. E fui à luta.

E, hoje, depois de muita reflexão do que tinha feito e por onde tinha andado, encontrei meu celular dado como perdido !

segunda-feira, setembro 02, 2013

A oportunidade de estar na vitrine !

Quando estudava no Colégio Rosário, antigo segundo grau, passei por alguns testes vocacionais. Os resultados sempre indicaram uma certa tendencia de eu seguir a carreira de jornalista, escritor, poeta, etc...

Pela teimosia reinante, acabei descambando para outras áreas jamais terminadas no comprometimento de completá-las. Assim foi na engenharia civil, na UFRGS, na estatística, na UFRGS e assim por diante. Observem que, com relação a um fator de extrema importancia que era estar numa instituição de primeira linha, não foi problema. O problema foi dar continuidade.

Passando essas fases, e já em curso mais da metade de minha vida, me deram a oportunidade e o privilégio de poder escrever num dos principais jornais brasileiros. No caso, a Zero Hora !

Isso mexeu com meus brios, com minha criatividade, com minha capacidade de transmitir meus conceitos, observações e pensamentos e os mesmos serem publicados todas as sextas-feiras nesse grande jornal.

Digo-os que esse compromisso ou contribuição jornalística certamente passa por um crivo onde o estilo, a maneira de escrever e se comunicar estão em pauta. E eles caíram nas graças do meu jeito de escrever.

Passam-se mais de 5 meses que estou me dedicando a matérias e textos sobre meu bairro e sempre com a aprovação da parte responsável pela editoria.

Fico muito contente com isso ! Era a confirmação da minha tendencia profissional que eu sempre rejeitei mas que agora se confirma.

quarta-feira, agosto 21, 2013

Vai demorar para sermos um país de primeiro mundo !

Num horário de almoço de um dia de semana, estava eu numa praça de alimentação de um dos shoppings de Porto Alegre. A disputa por uma mesa é acirrada e as pessoas tem que ficarem atentas.

Pessoas essas bem vestidas, mulheres e rapazes, alguns estampando o crachá da empresa no peito.

A minha observação, que resultou nesse comentário, se deu pelo fato de muitos fazerem suas refeições e deixarem as respectivas bandejas de origem de seus pedidos, nas mesas.

Ora, o que custa a pessoa pegar sua bandeja, ao final da refeição, e elevá-la no lugar adequado onde se coloca o lixo ? A arrogancia não lhe permite isso ? E quando ele chegou na mesa não encontrou a mesma limpa desse lixo ? E qual a razão que não o deixa deixar da mesma maneira que a encontrou ?

O que não o deixa fazer isso é a sua educação ! Essa demora a ser absorvida, quando estudada.

terça-feira, agosto 20, 2013

A música no lugar certo ou suposto lugar adequado !

Sempre fui ligado à música. ! Sempre tive uma boa sensibilidade de associar certas músicas aos lugares e momentos. Essa virtude foi reconhecida várias vezes quando fui DJ de algumas festas e até de uma boate famosa na época em Porto Alegre !

Para os ouvidos mais sensíveis, a música tem o seu momento de ser escutada. Tem o seu lugar adequado. Dou, como exemplo, tu estares numa beira de praia, num final de tarde. Qual seria a música que combinaria com isso ? Te digo que o teu astral no momento é que responderá por isso. Mas, se estivesse como DJ de um bar nessas condições, um reggae ou um som instrumental mais relaxante ou uma bossa nova ou até mesmo uma música clássica bem selecionada.

Sempre fui um bom observador, quando DJ do lugar, a observar a química das pessoas que estava no ar. E isso, vos digo, não é uma coisa muito fácil de perceber. Claro que sempre tem um repertório que agrada. E também tem certas músicas que todo mundo gosta mas já ta de saco cheio de ouvir sempre nas festas como La Bamba, New York, New York. Ou festas que acabam sempre no pagode mal tocado e com letras que transmitem o óbvio.

Não é muito fácil essa tarefa. Por isso que temos sempre que saber qual o público da festa e o que rolar.

O que digo é que temos uma gama imensa de ótimas opções mas os DJ´s mais preguiçosos acabam colocando um feijão com arroz que todos já encheram o saco e acabam curtindo por que a bebida consumida acabou denegrindo o controle de qualidade.

sábado, agosto 10, 2013

O Tsunami !

A turma já tinha lido no jornal e nas demais mídias sobre uma tragédia prestes a acontecer e que o Bar do Aristeu seria um dos atingidos.

- Mas como uma coisa dessas ? Onde vou poder tomar meu trago futuramente ? O Zucas tava preocupado. As brigas em casa com a mulher estavam constantes e o buteco com os amigos era um refúgio seguro e tranquilizante.

Mas a notícia era quase certeira ! O tsunami iria acabar com o reduto daquela turma que via como um refúgio das frustrações da vida e dos relacionamentos. O bar era o "escritório", o quintal, o reduto para afogar as mágoas ou, simplesmente, o local mais indicado para tomar um conhaque barato e pensar nas coisas da vida que aconteceram, que aconteceram diferente do programado, que nunca aconteceram e ficaram nos sonhos, que sempre foram uma ilusão de um apaixonado.

Que venha o tsunami !

quarta-feira, julho 24, 2013

O Ser Humano é Mesmo Complicado !

Recebo uma carta quilométrica ! Veio de uma pessoa que eu considerava meu amigo mas que há mais de 6 meses não mandava coisa alguma. Nem pra dizer que não era mais meu amigo.

Mas ele tinha uma grande arma na mão: o bloqueio nas redes sociais e assemelhados !

Segundo testemunhas, o cara chegava a ficar excitado fazendo isso ! Era o clique da misericórdia, o poder de me manipular, se censurar meu acesso à informação, de poder ler e comentar e participar de suas postagens, mesmo não sendo mais próximo dele.

Me parece que as pessoas gostam de brincar de Fidel Castro na vida real. Isso dá a sensação de grandeza, de superioridade, de profunda ignorancia e covardia.

Acredito que ele deva ler esse relato e dar risada posteriormente, mostrar para os amigos, para os falsos amigos, imprimir e gozar no meu texto.

Só tenho a lamentar um fato desses. Vem de uma pessoa considerada elite na educação brasileira. Somos o lugar 84 na educação mundial.

Desisto ! Isso aqui não será primeiro mundo tão cedo !

terça-feira, julho 23, 2013

Dia do Amigo !

Num  dia desses que passou recentemente foi comemorado o Dia do Amigo ! Mais um daqueles apelos marketeiros para se vender mais, consumir mais. Poucas ou nenhuma foram as propagandas que incentivavam a conservação das boas amizades, um bom beijo e abraço, naquelas pessoas que tanto consideramos e que são muito raras em nossa vida.

Os amigos verdadeiros que temos geralmente muito poucos. Falo daqueles que você pode contar para qualquer situação, que te ve frequentemente ou faz contato para ter notícias, que participa da tua vida e que, se um dia você morrer antes que ele, certamente irá no teu enterro.

Conheci uma pessoa, que hoje teria a mesma idade que eu, mas que morreu uns 10 anos atrás e que era daquele tipo que se vangloriava em ter centenas de conhecidos, onde ele andava sempre aparecia alguém para cumprimentá-lo e eu sempre falei pra ele: conhecidos é uma coisa ; amigos, é outra bem diferente.

No dia do enterro dele, apesar de não ter levado adiante nosso relacionamento em função de certos atos dele por um consumo excessivo de bebida diária e que mudava bastante sua personalidade original, eu estava lá. Eu e mais uns 5 amigos dele.

No Dia do Amigo que passou eu fiquei pensando em algumas pessoas que eu considerava bastante e que acabamos nos separando por incompatibilidade de personalidades apesar de ter até pouco tempo guardado emails com declarações de quem realmente se gosta.

Um era um cantor argentino extremamente temperamental e se achando o máximo apesar de ser conhecido somente em seu prédio e olhe lá. Uma outra que achava que o mundo tinha que girar ao seu redor. Um outro, metido a escritor e intelectual, bipolar e grande mentiroso. E outros que não me chamaram tanto a atenção.

Eram boas pessoas, até a gente conhecer um pouco melhor !

Ter verdadeiros amigos é complicado e um trabalho árduo e longo de conquista !

terça-feira, julho 16, 2013

O que dizem os signos ?

Conheço pessoas que não saem de casa antes de lerem o horóscopo. Horóscopo ? E o que está escrito ali serve para uma imensa população que se enquadra ali ou aqui ?
Estatisticamente falando, é uma ousadia tremenda relatar o que será do teu dia para uma gama gigantesca de pessoas e como se tudo fosse acontecer para esse grande grupo, da mesma maneira.
Mas tem gente que acredita e lê !
Tem gente pra tudo !
Tem gente para ser enganada em golpes financeiros, tem gente disponível para comprar bilhete premiado, tem gente que consegue ver em letras de música funk um fundo filosófico que pode mudar o mundo, tem gente que acredita numa sociedade alternativa, tem gente pra tudo.....
Questiono a seguinte coisa: o mundo precisa de um rumo ? Precisamos sempre caminhar de acordo com os ponteiros do relógio ou a sequencia dos digitais ? Precisamos ter alguém que dite nosso rumo, nosso modo de viver ? Precisamos ser organizados ?

O que, realmente, precisamos para sermos felizes ?

sexta-feira, julho 12, 2013

Eu tenho facebook e twitter !

Grande merda ! Pergunto qual o objetivo de a gente participar de redes sociais se as mesmas são pra lá de anti-sociais ?
Aqueles que tem mais de 50 amigos ou conhecidos no seu rol de amizades, te garanto que, o dia em que você morrer, nem 3% vai comparecer no teu enterro ou nem tomará conhecimento disso.
Sabe por que ?
Porque inventaram redes sociais onde o objetivo é outro. É futricar a vida alheia, é saber se a fulano casou de novo ou qual namorado está, é para saber se você está empregado e se está de bem com a vida, se tem viajado e conhecido lugares bacanas ou continua na favela tomando Nova Schin.
É isso que o povo procura. Baixaria, chinelagem, barraco !
Infelizmente é isso !

quarta-feira, julho 10, 2013

Devaneio psicológico !

Realemnte não sei e nem tenho conhecimento para saber a resposta de uma questão que me intriga há bastante tempo: por que as pessoas mentem e tentam viver outras vidas diferentes da sua realidade ?

Seria uma recusa a sua própria personalidade ? Seria uma incapacidade de mudar seus objetivos de vida ? Seria um orgasmo viver outra pessoa com o objetivo de brincar com a vida ou mesmo denegrindo a inteligencia de quem está ao seu redor ?

É  realmente complicado responder isso. Me veio a inspiração para escrever esse tema devido a uma pessoa que conheci e que assume umas 5, no mínimo, personalidades na internet, nas redes sociais, se comportando das mais diversas maneiras.

Qual seria a resposta para esse tipo de comportamento ? O que isso agrega valor à vida da pessoa em questão ? A quem essa pessoa está querendo enganar além de si mesma ?

Pelas minhas observações, essa pessoa que conheci hoje vive momentos de plena bipolaridade. Ora se comporta de uma maneira, ora de outra. Senti, pelas minhas observações, uma pessoa doente, sem rumo, sem referencias e que as circunstancias do dia-a-dia é que lhe davam o rumo da vida.

Uma pena para quem conheceu essa pessoa tempos atrás. Inteligente, investigador, curioso e sempre atrás de novos conhecimentos, De uma hora pra outra, se entregou a uma vida vulgar, escrevendo coisas sem nexo, se referindo sempre a putarias da vida, a vivencias reais ou imaginárias de um guri com sérios problemas de personalidade e assim por diante.

Uma pena.

Os talentos da vida que temos visto ao longo dos tempos, nos remetem a intelectuais que nos deixaram cedo. Mas esse, em questão, faz parte daquele time que poderia contribuir muito mas nada contribui e ainda nos deixa um legado de baixarias e palavras que nada se relacionam ao seu potencial cultural. Uma grande lavagem cerebral deve ter acontecido nesse interim. Que Deus o tenha !

sexta-feira, julho 05, 2013

Pegue sua cadeira de rodas e vá viver sua vida !

O título da minha postagem é forte. É uma crítica que tenho sobre as palestras de auto-ajuda feitas por deficientes físicos, cadeirantes, surdos-mudos e todos aqueles que viram nesse segmento uma oportunidade de ganhar a vida.

Nada tenho contra esse tipo de iniciativa. Assim como temos palestrantes deficientes que nos levam às lágrimas ao final da sua explanação, temos, também, ótimos palestrantes que nos levam às lágrimas ao final de sua explanação. Cada um do seu jeito. Cada um dando o recado proposto.

Qual a diferença entre esses dois tipos de palestrantes ? Nenhum ! Um se vale da sua condição de deficiente físico, cadeirante, etc...e o outro é uma pessoa que não teve esse tipo de problema. O recado dos dois é, geralmente, muito semelhante.

Por isso que não me emociono muito com o apelo do melhor estilo "coitadinho" quando um cadeirante vem me dizer o que tenho que fazer na vida para ser feliz ou uma pessoa melhor.

Cada um tem seu estilo de vida, cada um sabe o que é melhor pra si ou não.

E deixo uma questão no ar: quantos mudaram radicalmente suas vidas após terem assistido uma palestra de auto-ajuda sendo ministrada por um deficiente ou um que não seja deficiente ?

segunda-feira, julho 01, 2013

Equipe focada e comprometida !

Aproveito um exemplo recente no meio futebolístico, no caso a conquista de mais um título para o Brasil, para colocar coisas importantes que aprendi na faculdade de administração.

A principal delas é estar focado naquilo que fazemos e com uma expectativa de resultado bem definida. No caso do time da seleção, comandada por um competente e vitorioso técnico, o Felipão, para quem tem um olho clínico nesse aspecto administrativo, dava para perceber, nitidamente, um grupo comprometido com o objetivo principal: a conquista do torneio.

Um fato que me chamou a atenção foi na execução do hino nacional antes das partidas. Não me lembro de ter visto um grupo perfilado e abraçado, cantando em alto e bom tom, o hino nacional e que contagiou os torcedores presentes no estádio. Não que tenha havido qualquer relacionamento com as manifestações nas ruas pelo Brasil. Mas ali estava um grupo que tem um papel primordial e importante perante o seu povo, tão apaixonado pelo futebol, em fazer bonito, em conquistar um campeonato perante sua torcida.

Algo aconteceu e que antecedeu essa cena. Pelo menos ali, no campo, o Brasil precisava fazer bonito em detrimento dos acontecimentos políticos e condutas de governo desse país que deixaram tanto a desejar e que foram motivo para o povo sair às ruas.

Quando temos um líder ou uma equipe que deixa bem claro as nossas virtudes e limitações, as expectativas de superação individual em cima de uma orientação forte, treinada e precisa dos comandantes, o quanto é importante estar focado no objetivo e se comprometer a não decepcionar milhões de brasileiros que ali colocaram seus olhos e paixão nesse acontecimento, os resultados, se não forem o máximo, chegam muito perto e deixam todos satisfeitos.

Nesse torneio futebolístico, a Copa das Confederações, a seleção brasileiro foi o máximo !

sábado, junho 29, 2013

Loucuras, devaneios ou loucos pensamentos !

Sabe que tenho uma estranha sensação. Leio textos, horóscopos e coisas e pessoas que conheço ou conheci e acho que elas estão escrevendo pensando em mim.

Loucura ou egocentrismo, isso não sei explicar. Mas que me identifico muito com os textos que leio, isso não tenho dúvida.

Bem ou mal, sempre serve para reflexões futuras ! Seja fantasiosa ou realista !

sexta-feira, junho 21, 2013

O pronunciamento da Dilma !

Sempre fico na esperança de um discurso diferente,algo mais moderno, mais próximo do povo, mais inovador, mais criativo, mais objetivo, mais hábil, mais competente.
O que se viu e ouviu foi a mesma lengalenga de muitos outros que tiveram esse grande poder de falar numa rede nacional.
Devem estar perguntando o que eu faria no lugar dela.
Essa resposta é complexa mas, primeiramente, abriria frentes de diálogo com a população. Emails, redes sociais, milhares de banquinhas nas ruas anotando as sugestões, canais telefônicos para mensagens e tudo mais que pudesse chegar mais próximo ao povo, já que as manifestações não tem líderes ou grupos que assumam a responsabilidade dessas mobilizações.
Após essa etapa, analisaria e divulgaria as prioridades da população e partiria, COM FORÇA TOTAL, para a solução dos problemas.
Mais ou menos por aí, "meus amigos e minhas amigas".

terça-feira, junho 18, 2013

Mais um pouco sobre as manifestações !

Vivi meu tempo de estudante universitário, nos anos 80, na UFRGS. Fazia os cursos de engenharia civil e estatística e participei ativamente de alguns movimentos estudantis. Minha atuação, nesse sentido, junto com outros colegas, foi matéria nos jornais locais, entrevistas nas rádios e muita agitação.

O contraponto disso tudo foi que formamos um grupo contra as diretrizes da UNE e dos centros universitários pois discordávamos de uma greve deflagrada por uma minoria em função da refeição do restaurante universitário ter aumentado alguns centavos. Nesse mesmo restaurante, era servido Coca-Cola subsidiada por verbas federais mas isso nunca foi motivo de protesto apesar de eu, na época, achar um verdadeiro absurdo.

Coincidentemente, éramos um grupo formado por 11 pessoas. O mesmo número de pessoas que fizeram história na nossa trajetória e que foi conhecido como o Grupo dos Onze ! Saiba um pouco mais sobre isso no link http://pt.wikipedia.org/wiki/Grupos_dos_Onze.

E, em meio à luta estudantil, em pleno regime militar, desafiamos a força dos DCE´s e partimos para uma empreitada jamais vista nos meios acadêmicos.

A reitoria da UFRGS nos apoiou como pode e fomos tachados como "pelegos" do movimento militar. Vos digo que não era bem isso. E, se hoje tivesse aquela disposição estudantil para sair às ruas, afirmo que sairia para propagandear que a anarquia e depredação são são bons caminhos a se trilhar.

A inteligencia está sempre acima de tudo e que uma boa argumentação sempre é ouvida e refletida !

sexta-feira, junho 14, 2013

Protestos, vandalismos, anarquias e outras coisas mais !

Quando cheguei em casa, ontem à noite, fui surpreendido pela notícia dos vandalismos que estavam ocorrendo em Porto Alegre e, paralelamente, em diversas capitais do país.

Isso não me soou bem pelo fato de haver esse sincronismo nas ações em diversas capitais simultaneamente. Isso me cheira a anarquismo organizado mesmo que eu nem saiba o que é dizer exatamente isso. Mas o termo me veio naturalmente.

Hoje, lendo nos jornais e observando as imagens nos canais de televisão da baderna da noite anterior (nem encaro como protesto pois foi baderna mesmo), um fato me chamou bastante a atenção: os textos das pichações nos muros dos estabelecimentos e portas metálicas.

Disseram que o movimento foi organizado por estudantes. Mas eram vistas bandeiras de diversos partidos políticos, bandeiras de movimentos sindicais e até bandeiras do MST. Esses últimos, então, misturaram as suas reivindicações de terra aliadas a passagens mais baratas nos perímetros urbanos sendo que os ônibus em questão não atendem os serviços até as fazendas reivindicadas.

E para finalizar, pois o assunto é longo, pude ver o que os "estudantes" escreviam nos muros e paredes...

" 2,85 É ROBO.....  3,05 É ROBO......CHEGA DE ROBALHERA...." e por aí vai !

Protesto de estudantes ?

segunda-feira, junho 03, 2013

O Foco !

Adoro essa palavra: FOCO. Ela tem o significado, entre diversos autores, de ser..." .. o ponto de convergência ou donde saem emanações.. ".

Interpreto emanações como sendo o ponto de onde partimos e onde queremos chegar. Adoro conversar com pessoas que me dizem estarem focadas em determinada coisa, em determinado compromisso ou objetivo.

O foco é tudo isso. Numa comparação com a visão, se você tem o foco desregulado de sua máquina de fotografia, de sua televisão, de seus óculos de uso diário, a imagem ficará fosca, não interpretável ou de difícil definição. O foco é necessário para podermos identificar bem as coisas. E administração, esse conceito é extremamente importante pois nos dá o caminho, o rumo, para onde queremos chegar.

Novamente, reafirmo que admiro quem é focado em certas coisas, em projetos, em sonhos. O foco nos mostra onde queremos chegar, sem nuvens ou intempéries no nosso caminho. Ele é bem nítido e objetivo.

Ao tentarmos realizar alguma coisa na vida, tenhamos sempre o foco da questão. Uma imagem fora de foco se torna uma penumbra na escuridão e dali somente a sorte e o acaso nos livrarão dessa situação.

segunda-feira, maio 20, 2013

Psicólogos e Cartomantes !

Quando estava no ensino médio, antigamente dito segundo grau e, mais antigamente ainda ginásio, me submeti ao que chamamos de "teste vocacional profissional". Traduzindo: qual a vocação para ser na vida, que profissão deve seguir ?

Eu tinha uns 16 anos quando me aplicaram esse teste no Colégio Rosário e o resultado, quase que instantaneo indicava que eu deveria seguir a carreira de jornalista, escritor ou algo ligado à comunicação.

Ok ! Foi uma informação a mais das tantas que, diariamente eu recebia, e aquela, especialmente, ficou guardada numa área reservada do meu cérebro.

Hoje, dia do meu aniversário, me lembrei desse fato e analiso-o com a experiencia de vida adquirida e outros conhecimentos. Como pode um simples teste de 20 minutos ter a ousadia de, categoricamente, afirmar qual caminho um adolescente deve seguir na vida com relação a sua futura profissão sem levar em consideração milhares de outras informações que poderiam ser extremamente úteis na conclusão desse estudo ?

Os psicólogos são ousados, nesse sentido. E não sentem-se envergonhados em concluir coisas baseados em algumas informações e transgredir os resultados para um universo como se aquilo fosse a real resposta de possíveis dúvidas. Como foi criado isso é uma grande curiosidade pessoal e um desafio à ciência das estatísticas e outras áreas envolvidas, incluindo a própria psicologia.

Seria o psicólogo a versão oficial da cartomante com diploma superior ? Os dois atuam livremente no mercado com direito a plaquinhas de identificação nas portas de seus consultórios. Os psicólogos despejando nos clientes as teorias de um grupo de estudiosos que nunca se entenderam entre si. As cartomantes, utilizando "sinais do além" , talvez vindas desse grupo de psicólogos que já se foram. E os dois faturando em cima, basicamente, de crenças à la "acredite se quiser".

Como disse antes, nesse momento da minha vida, fui convidado, com convite aceito, para escrever num grande jornal de uma grande empresa. Estudei estatística a qual não concluí, estudei engenharia civil, na mesmas condições, e nos próximos dias me formo em administração de empresas.

E fico pensando se aquele teste vocacional de muitos anos atrás veio de uma conclusão digna de cartomante ou por um psicólogo ? Certo ou não, só digo que adoro escrever e hoje tenho, além deste e outros canais nas redes sociais, um meio de comunicação poderoso a minha disposição em função das coisas que venho publicando ao longo da vida.

sábado, maio 11, 2013

Salão de Festas não é Boate !


Um dos problemas dos condomínios
é colocar boas maneiras para utilizar o salão
indicado para festas familiares
evitando-se um ar de boate com pagodeira e pancadão

Aqui no condomínio, por exemplo,
já tivemos muita confusão
com festas que entravam a madrugada
excesso de gente, som alto e animação

Portando, caros leitores
o local de festas do prédio é uma extensão do seu lar
deve ter um uso racional e elegante
e os vizinhos não incomodar

E avisem pra gurizada
que nada impede de fazerem seu festão
mas comecem a festa bem mais cedo.
Madrugada é na boate.
Até a 1h , no salão.

quarta-feira, abril 03, 2013

Um olhar de um viajante da vida !

Ficar sentado num bar
junto à calçada
observando a vida alheia
sem ter o que fazer, sem nada

O exercício da imaginação
fazendo suas devidas inferencias
quem será aquele engravatado ?
quem será aquele que caminha com displicencia ?

O garoto do skate
será que fez a lição da escola ?
e a menina de mãos dadas com outra ?
são apenas amigas ou apenas namora ?

Observar sem compromisso
nos leva a um mundo sem igual
eu, particularmente,
sou um atento observador eventual

Ora sou o protagonista
mas nem um pouco egoísta
parado naquela mesa olhando
as diferentes pessoas passando.

sábado, março 02, 2013

Psicoterapias, psicólogos e um pouco de sarcasmo !

Pois é ! Quem me acompanha nas redes sociais sabe que estou nessa agora. E tenho algumas indagações a fazer que podem dar o que pensar.

Uma delas, captada pelo psicólogo que atende umas 15 pessoas por dia e não anota coisa alguma, me falou do meu tom arrogante de fazer comentários sobre determinadas situações que acabam deixando os demais num certo constrangimento e infelicidade causada por mim quando os mesmo expõem fatos de sua vida.

Concordo que certos comentários poderiam ser evitados. Vou dar o exemplo de um, condenado pelo psicólogo de ótima memória.

Certa vez tivemos uma palestra na faculdade onde estudo onde o assunto era "quebra de paradigmas" e comentei sobre os trabalhos de conclusão de curso onde a criatividade e recursos multimídias são quase que proibidos e o aluno tem que se adaptar a um modelo existente há anos onde nada se fez para mudar.

Uma professora defendeu com unhas e dentes meu comentário, obviamente contra mim, me dizendo que tinha que ser assim, sem mudanças. Aí comentei que a mesma professora, na época, participava de uma comunidade no Orkut, e comentei a mesma pois era pública e poderia ser vista por qualquer pessoa, cujo tema era EU CONVERSO COM MEU CACHORRO.

Ora, gente, primeiro que não existe conversa com cachorros e sim um monólogo. E, segundo, é uma quebra de paradigma clássica. Um comportamento desse, antigamente, teria o rumo da pessoa para um hospício.

A platéia no auditório da faculdade caiu na risada e me aplaudiu e que constrangeu mais ainda a professora responsável pela palestra da quebra de paradigmas.

Segundo o psicólogo, o problemático dessa história sou eu quando eu ainda acho que quem tem o costume de conversar com cachorros, plantas, nuvens... alguma coisa não está bem nessa pessoa.

Uma psicoterapia seria uma boa !

sexta-feira, fevereiro 15, 2013

O Puma de 15 dólares !

Me refiro, aqui, a uma das inúmeras marcas que temos hoje disponíveis. Geralmente, ou quase totalimente, made in China. Tanto que os americanos estão colocando em seus produtos "proundly, made in usa".

Mas, nesse caso, estava meu amigo extremamente orgulhoso por ter comprado um par de tênis por 15 dólares da marca Puma cujo modelo foi a questão da conversa. Mais parecia um Conga estilizado ! Quem tem mais de 35 anos, certamente irá lembrar desse modelo de "tênis" vendido pela fábrica Alpargatas cuja qualidade era uma merda. Naquela época, a concorrencia quase não existia.

Mas o modelito do tênis do meu amigo era daquele tipo meio gay. Nada contra os gays ! Era bem alternativo e como todo tiozão metido a garoto mas um pouco desinformado, usava o artefato com meias pretas e calça jeans.

Também coloco aqui que nada tenho contra o modo como as pessoas se vestem e se arrumam mas, esteticamente, aquele tipo de pisante fica melhor apresentável, na sociedade que adora as imagens e não o conteúdo, com uma meia branca.

Meu amigo, durante o bom papo que tivemos, onde estava presente mais uma pessoa bem querida e não menos crítica, orgulhava-se de mostrar sua boa compra de 15 dólares, cuja passagem, hospedagem, alimentação e deslocamentos na cidade de Miami, deveria chegar ao preço de um tênis semelhante aqui no Brasil.

Mas o que vale mesmo é o glamour de estar usando um Puma importado, cuja marca eu tenho lá minhas restrições segmentistas. Bonito era . Mas meio gayzinho pro meu estilo !

quarta-feira, fevereiro 13, 2013

Bons tempos de carnaval ! Parte III e última !

Do carnaval de 1991 até o carnaval de 2000, o qual conto 10 carnavais, eu e meu amigo Léo Sassen entramos na loucura de ter um bloco de carnaval. O nome do bloco veio em função de um bar que montamos em 1991 numa parceria bastante bacana com a Vonpar onde trabalhamos com muita elegancia a marca Heineken, a qual estava entrando no Brasil para fazer frente a Budweiser que a Arisco assumiu por essas bandas.

A Vonpar, através de seu diretor de marketing na época, o Antonio Freire, comprou uma criativa idéia de termos na praia de Atlântida, um bar diferenciado, com atendimento diferenciado e que foi ousado em até ter no seu cardápio, após às 3 da madruga, uma boa sopa para dar nova energia aos foliões os quais chegavam, para quem prestigiava essa inovação, uma cara mais saudável ao chegar em casa.

Tinham pais que apareciam na tarde seguinte para elogiar a nossa iniciativa. Ninguém havia feito algo semelhante.

E na onda de ter um bar, cujo nome era Casa dos Fantasmas (outra hora explico a origem desse nome) surgiu o Bloco dos Fantasmas. Naquele ano de 1991, não mais que 20 amigos uniformizados com uma camiseta regata da Heineken. Estava mais para um bloco da cervejaria que a idéia original.

Mas nos anos seguintes pudemos colocar a nossa cara no bloco chegando ao auge de termos 450 integrantes. Foi um bloco de carnaval que ficou na história de Atlântida e que, de repente, tentarei encontrar antigos integrantes pelo Facebook.

Empresas tradicionais gaúchas nos apoiaram nesses anos todos. A San Marino, a Nasi Engenharia, a SignExpress, o Ipanema Sports, entre outras tantas, além da eterna parceira Vonpar, deram um toque bastante especial naquela aglomeração de gente jovem e sadia, todos sempre reunidos no Bar do Tato, nosso local de concentração antes dos bailes da SABA, Ibiza e Rock Point.

O último carnaval dos Fantasmas foi em 2000 sendo que a RBS TV fez um especial com a gente, ao vivo, direto de Atlântida, onde mostramos até nosso "samba enredo".

Bons tempos do carnaval de Atlântida !

segunda-feira, fevereiro 11, 2013

Bons tempos de carnaval ! Parte II !

Nessa parte da história aparece o carnaval de rua de Pelotas. Na época, se compravam cadeiras na rua XV de Novembro, as quais ficavam em pequenos quadrados ao longo da rua onde cada quadrado comportavam umas 6 cadeiras. Era ali naquele reduto que a gente assistiria o melhor carnaval do sul do Brasil, sem sombra de dúvida.

Meu pai, certa vez, chegou a alugar um apartamento no Hotel Rex, a uma quadra da prefeitura de Pelotas e que era passagem obrigatória para o restante da rua XV.

Bons tempos foram aqueles que, ao se transferirem os desfiles para a rua Andrade neves, nunca mais prestigiei, junto com a famíilia e mesmo ela por conta própria, o carnaval pelotense.

Morria, ali, toda aquela magia que nos transportava da capital para a cidade de Pelotas e que justificava nosso deslocamento toda aquela alegria contagiante que nos empolgava durante aquela semana mágica em nossas vidas.

sábado, fevereiro 09, 2013

Bons tempos de carnaval ! Parte I

Fico intrigado com essa história de bons tempos, de "revival" ! Será que tudo o que era bom foi o que a gente vivenciou antigamente ? É um pensamento meio forçado, meio retrô ! Acredito que tudo tem seu tempo e sua época e as coisas que a gente vivenciou com intensidade, com alegria, com prazer, com satisfação, são as coisas que ficam na nossa memória para sempre.

E uma dessas coisas foi a época do carnaval.

Quando criança e entrando na adolecencia, meus carnavais eram em Pelotas. Odia os bailes de clube mas adorava o carnaval de rua, as escolas de samba, a bagunça dos blocos se divertindo sadiamente pela rua XV de Novembro e, como não podia ser diferente, muitos homens vestidos de mulher, fazendo a festa de todos.

Uma das cenas que nunca mais esqueci, eu com uns 10 anos de idade, e com uma bisnaga de água que a gente sempre jogava nos foliões, nem sempre bem-vindas. Numa dessas empreitadas, um cara, vestido de mulher, me pegou pelo braço, depois de ter recebido um jato de água, e falou:
- Joga essa água na buc.....da tua mãe !
Nossa, fiquei traumatizado ! Nunca mais saí com bisnaga de água atirando nas pessoas na XV de Novembro.

E os blocos que vieram em seguida, tocando muito samba de músicas da época, amenizaram meu trauma,

Durante o carnaval, mais histórias do carnaval de Pelotas e de Atlântida, já grandinho !

sexta-feira, fevereiro 08, 2013

Carnaval com segurança !

O baile de carnaval corria animado, a banda tocando aquelas velhas e saudosas marchinhas de carnaval, todos alegres e se divertindo com responsabilidade.

O cantor, animado, cantava um dos grandes clássicos do carnaval....
" quanto riso, óoo, quanta alegria, mais de mil palhaços no salão, alecrim....."

- PARA, PARA TUDO !  Acabou o baile.

Era um capitão dos bombeiros que havia subido ao palco e disse que se tem mais de 1.000 palhaços no salão tem que acabar o baile pois a capacidade do local é só pra 832 pessoas !

E o carnaval acabou por excesso de foliões !

Carnaval com segurança é assim !

quinta-feira, fevereiro 07, 2013

Os Lobos

Eu acredito em destino. Naquelas coisas que acontecem porque tinham que acontecer. A gente estava pré-destinado a tal situação. Sei lá. Obviamente que não há um fundamento para isso e sim uma crença. Parece que as coisas, o nosso destino, já foi escrito e que temos somente que esperar a nossa hora de partir para uma outra missão.

Ontem passei por um bar antes de ir numa consulta e lá estavam vários exemplares desses jornais de bairro. Peguei um para ler pois sempre trazem coisas diferentes e interessantes.

Uma das matérias falava sobre os lobos. Um avô contando para o neto que, dentro dele, do avô, existiam dois lobos. Um otimista e um pessimista. O pessimista lhe custava caro pois estava ali somente para o rancor, para a confusão, para ser do contra, atiçando sua raiva com as pessoas que não estavam no agrado dele. O outro era só paz, só coisas boas e encarava os desafios com calma, com inteligencia, com questionamentos neutros.

Contava o avô para o seu neto que o ódio, o rancor que temos pelas pessoas por uma situação que nos desagradou acaba corroendo nosso corpo mas que nada influencia na outra pessoa em questão. É um sentimento que nada resolverá a situação e que só trás malefícios a nós mesmos.

Ele finalizou dizendo ao pequeno que era bem melhor alimentar o lobo otimista e que assim o outro não teria energia suficiente para demonstrar toda a sua ira diária.

E recomendo que todos façam isso, obedecendo um conselho de uma pessoa vivida e experiente que é o avô do menino.

domingo, janeiro 27, 2013

Um domingo para esquecer !

Estava em Capão da Canoa, no apartamento onde estavam duas tias e minha mãe, e saí, por volta das 10h30 para me encontrar com um amigo num dos bares da praia quando me interei dos fatos trágicos acontecidos contados por esse amigo.

Um frio na barriga veio em seguida em mim e logo fiquei imaginando as cenas, as consequencias dos fatos que aqui não repetirei.

Parece que a vida sempre reserva uma tragédia "anunciada" quando uma série de fatos e situações nos puxam para ficar em casa mas mesmo assim vamos contra essa intuição e saímos. Já vivenciei diversas situações desse tipo e saí lesado mas com vida. Não contarei aqui pois o objetivo não é esse.

Os fatos de hoje me desconcentraram. Não me permitiram fazer os exercícios de matemática financeira e nem estudar para a prova de amanhã. Os fatos me fizeram refletir o porquê isso acontece com pessoas boas, que estudam, que trabalham, que tem objetivos bem direcionados na vida ?

Depois que chegamos da praia, vindo de carona com um amigo, veio um skatista maltrapilho, que já o vejo pelas redondezas há vários bons anos, sempre pedindo dinheiro, sempre pegando restos de comida nas mesas, sempre mendigando, vive até hoje. Esse não morre ! Esse o destino parece protegê-lo !

E foi esse contraste que me deixou tão pensativo e introspectivo no dia de hoje ! Infelizmente divagando sobre fatos trágicos e que pessoas boas poderiam ser preservadas.

Enquanto isso, o skatista mulambento, certamente alheio aos fatos de hoje, continua com seu skate embaixo do braço, vencendo rampas e meiosfio mas incompetente para ser um cidadão com um mínimo de respeito. Não morrerá tão cedo ! Por castigo ou por força do destino !


sexta-feira, janeiro 25, 2013

Ignorancia com verba federal !

Na última prova que tive de matemática financeira na faculdade, uma aluna deu como resposta a quantia de R$ 1.000,00. O problema proposto era saber o quanto uma pessoa deveria pagar por um financiamento de R$ 10.000,00, com taxa mensal de 2%am, no período de 12 anos.

Ora, a "universitária" declarou e escreveu em sua prova que a pessoa deveria pagar somente R$ 1.000,00. Que coisa fantástica ! O cara pede 10.000 reais emprestados e depois de 12 anos, com taxa de 2% am, devolve só R$ 1.000,00.

É o típico atestado de ignorancia uma resposta dessas pois nem se deu ao trabalho de fazer uma analogia com a realidade ou essa aluna não está enquadrada na realidade, não lê, é uma completa desinformada sendo financiada pelo governo federal, que não tem competencia de oferecer escolas dignas, deixa isso à cargo da iniciativa privada e essa também não está preocupada com o desempneho dessa anta acadêmica.

Apenas deu zero na questão e achou que cumpriu seu dever de educar e ensinar !

quinta-feira, janeiro 17, 2013

A educação e o Déspota Esclarecido !

A educação brasileira está de mal pra pior. Esses dias, e como de costume refletindo coisas da vida numa mesa de bar, fiquei relembrando meus tempos de criança quando entrei na escola.

Minha irmã, assim como fez com meu primeiro irmão mais velho, me ensinou a ler e escrever quando eu tinha uns 5, 6 anos. A coisa, me refiro ao método, ía na base da porrada, mas ía. Entrei no jardim de infãncia aos 7 anos já sabendo ler e escrever e aos 9 anos eu era uma referencia na escola em leitura. Lia e escrevia bem.

Há uma correlação estatística e real muito forte entre a leitura e a escrita. Quem tem o costume de ler bastante, falo em bons livros e coisas escritas sem erros, geralmente tem grande facilidade em se expressar na escrita.

Eu estudei nos primeiros anos de escola num colégio estadual experimental baseado nas teorias de Piaget. Talvez venha daí a minha formação criativa que está sempre presente. Assim como todas as demais escolas estaduais, com raras exceções, os alunos eram obrigados a usar uniformes e todas as escolas tinham o mesmo padrão: a calça podia ser um jeans mas tinha uma camisa branca e uma gravatinha azul marinho com as iniciais da escola na parte de baixo.

O fato de se usar uniforme facilita a visibilidade e controle dos órgãos de segurança em saber quem está e quem não está na escola. Ver uma criança uniformizada numa boca de fumo, matando aula, era praticamente inviável. E os países que investem pesado na educação tem o mesmo comportamento. Na Coréia do Sul é assim, na China é assim, etc...

Tínhamos boas merendas, aulas de músicas e até aulas de agricultura em escolas mais na periferia.

Estudei no Grupo Escolar Argentina. Na mesma época em que o colégio Júlio de Castilhos, o Julinho, era uma referencia em nossa cidade. Isso tudo nos anos 60, 70, época dos militares no poder.

O tempo foi passando, exigiram eleições diretas, vieram os civis ao poder e uma enorme onda de corrupção. Além de pouquíssimo dinheiro destinado à educação.

O Grupo Escolar Argentina não existe mais. O Julinho, hoje, é uma escola dominada por gangues, muito consumo de drogas nas imediações e até nas áreas internas, segundo relato dos próprios alunos já divulgados nos jornais, nenhuma escola tem uniformes padrão e a nossa colocação no ranking escolar mundial está lá pelo lugar 86.

Para completar, não temos nenhuma faculdade brasileira que ocupa um dos 100 primeiros lugares no ranking mundial.

Para arrumar essa zona toda, com o fio da meada perdido há muito tempo, só um Déspota Esclarecido.

sábado, janeiro 05, 2013

Lições de moral e outras ousadias !

A vida é uma coisa extremamente complexa, se pararmos para pensar. Digo um "parar" mesmo. Naqueles momentos que a gente deita numa rede na casa da praia, numa época fora de temporada, com aquela noite agradável, cheia de estrelas e a gente olhando pro infinito e nos sentindo um simples grão de areia nesse mundo mas que, muitas vezes, tomamos proporções estratosféricas nos achando alguém que tem o poder dos poderes.

Essa reflexão e momento não são tão simples. Se você não está acostumado a, volta e meia, fazer um apanhado da vida, rever atitudes, fazer uma auto-crítica, esse é um exercício difícil e complicado mas que pode ser alcançado.

Além de ser complexo administrar nossos prazeres, frustrações, convívios, amizades, relacionamentos, trabalhos, etc...ainda somos obrigados a ter que refletir sobre problemas alheios que vem de nossas amizades e que nem todos conseguem administrar o seu dia-a-dia e que acabam respingando no nosso.

São aquelas amizades aparentemente legais que se tornam complicadas e desgastantes, aquelas amizades que nos dão um desgaste muito grande de conquistá-la mas que se transformam numa satisfação bastante grande, aquelas amizades que insistem em serem boas mas que vão e voltam como se a vida fosse uma grande gangorra.

Volta e meia chamo a atenção de pessoas de meu relacionamento e faço isso pelo fato de estar com 52 anos de idade e muita experiencia de vida, principalmente pelo fato de ter vivenciado diferentes ambientes e ter me relacionado com uma gama de pessoas completamente diferentes entre si.

Não são lições de moral mas simples e sinceros alertas de que aquele tipo de conduta, apesar de sermos livres para termos a conduta que mais nos dá prazer e satisfação, enxergo como um êxtase momentaneo e que não levará a lugar algum.

O problema disso tudo está na nossa arrogancia de não absorver tudo aquilo que vemos e ouvimos dos mais velhos e que acabamos vivenciando as mesmas coisas e quebrando a cara e nos desgastando da mesma maneira.

Uma música de Belchior cantada por Elis regina para finalizar aquilo que tentei transmitir.

Deixarás Saudades !

Como é bacana quando uma pessoa nos deixa nessa vida, deixa, também, um legado. Um legado de amor à vida, ao próximo e muitos, mas muitos en...