quarta-feira, janeiro 29, 2014

A falta de planejamento brasileiro

Fico espantado com esse fenômeno. Estamos às vésperas de realizar uma Copa do Mundo recebendo turistas de todos os cantos e muita coisa ainda está para ser realizada em termos de organização.

E isso que o evento foi anunciado com SETE ANOS DE ANTECEDENCIA e tudo deixado para os minutos finais.

Fico desconfiado que isso tem um fundamento pois será necessário apressar obras acarretando maiores gastos e com margem para desvios de verbas. Não estou dizendo que isso irá ocorrer mas pelo histórico que temos, há fortes indícios para essa finalidade.

Os aeroportos, que deveriam estar recebendo melhorias, em nada foi mexido. Está sendo feito agora, faltando alguns meses para o evento. Muitas obras pela metade e outras que nem saíram do papel.

A falta de planejamento é um extremo agravante e com consequencias desagradáveis. Em boa parte culpo os políticos que ocupam postos-chave mas desconhecem qualquer coisa sobre gestão administrativa, planejamento, etc... Estão ali por uma questão de conchavos feitos anteriormente e tudo fica sem ação, sem iniciativa, sem planejamento, sem objetividade.

Tempo tinha de sobra para se começar a arrumar a casa para esse evento e com várias melhorias para as cidades. Mas faltou conhecimento e preparo para isso.

O governo federal deixa de repassar inúmeras verbas para municípios na saúde, na educação, na segurança pelo simples fato que as prefeituras são incapazes de mandar um planejamento por escrito relatando onde essa verba poderia ser aplicada. E assim perdem-se os recursos. Os culpados são os prefeitos, sem qualquer tipo de preparo para o cargo e, por consequencia, nomeando uma cambada de toscos para serem seus assessores.

Lamentável tudo isso ! E assim , nunca chegaremos a ser primeiro mundo apesar da nossa economia ser a sétima no ranking.

segunda-feira, janeiro 13, 2014

O garoto e seus segredos !

Quando não tínhamos internet, celulares e apenas agendas e cadernos escolares para registrarmos nossas peripécias, nossos papos e conquistas de adolescentes, entre outras coisas, nossa vida não estava tanto exposta quanto hoje.

Hoje fica fácil saber por onde navegaste, quais são teus sites preferidos, quem são teus amigos, e por aí vai. Com o advento da internet, nossa vida ficou muito exposta. Nem mesmo utilizando recursos de manipular nossa própria imagem, utilizarmos de recursos de passarmos por outras pessoas, etc....os aplicativos disponíveis que existem foram feitos para quem entrou nesse jogo ter a sua vida exposta, afinal de contas, a internet e suas redes sociais foram feitas pra isso. Por mais que se ajeite as configurações de privacidade, outros programas, num interesse bastante explícito em saber como as pessoas vivem, fazem a contrapartida e tudo acaba se tornando um grande big brother.

Paira nessa minha tese que certas pessoas ignoram isso e que continuam se expondo de uma maneira às vezes vulgar, às vezes provocativa, ás vezes testando suas próprias reclusões e esperando os resultados externos.

O resultado final disso tudo, ao meu ver, é algo triste. As empresas que dominam as redes sociais lançaram o meio e ficaram esperando os resultados. Nisso entram milhões de variáveis que influenciarão o produto final e o resultado, de um modo geral, é algo beirando o bizarro, a exposição gratuita e deplorável de pessoas antes vistas como intelectuais, alguns ensaios bem interessantes de escritores desconhecidos, postagens criativas sobre coisas banais......enfim...uma miscelanea heterogenea onde, infelizmente, o bizarro supera qualquer outra manifestação digna de algum respaldo inteligente.

E assim caminha a humanidade !

sábado, janeiro 04, 2014

Os viciados em redes sociais !

O mundo parece confuso mas ele funciona perfeitamente apesar de toda a confusão. Costumo dizer que certas profissões são, volta e meia, valorizadas e propagandeadas de acordo com fatos novos que acontecem. Um exemplo recente é o caso dos médicos, cubanos ou não, mas nunca se falou tanto e se discutiu o papel do médico no Brasil.

Mas tem uma profissão, pouco falada na mídia, mas que corre por fora nesse ciclo. É a dos psicólogos. Nesse mesmo embalo, vem junto os psiquiatras e analistas de plantão. Tudo em decorrencia do surgimento de um novo dependente humano: o das redes sociais.

As pessoas não conseguem fazer qualquer tipo de coisa sem que não haja um registro nas redes sociais.
- gente, estou cagando.....saiu tanta coisa que nem sei se o chuveirinho vai dar conta. Ohh, liguei, tá saindo uma água fria mas daqui a pouco já fica quentinha.....nossa, que coisa boa esse jatinho no rabo, que sensação bem boa.......já desliguei, viu ? Tô só secando com uma toalhinha que sempre deixo aqui do lado. Aliás, vou falar pra empregada trocar pois está com um cheiro nada agradável.....

E assim vai ! As pessoas relatam minúcias do seu dia-a-dia sem o menor constrangimento e trazendo os seus 500 contatos para o seu íntimo.

- Porra, caralho, minha filhota acabou de vomitar na minha calça nova de linho que estou usando pela primeira vez. Que merda ! Estou agora no tanque, só de calcinha, tentando salvar a compra desse ácido terrível.....

- Meu marido já saiu do banho pelado. Já dá pre ver que o tico tá bem duro por baixo da toalha. Eu to aqui deitada na cama, bem cheirosa, esperando aquele mastro no meio das minhas pernas......

Chega, né ? As pessoas realmente passam dos limites e os consultórios do pessoal que supostamente tratam a mente dos outros mas esquecem a sua, estão superlotados.

quarta-feira, janeiro 01, 2014

Mais um ano se foi !

E sempre a gente fica pensativo sobre o que realizamos de positivo e concreto e que iremos adiar para o ano seguinte. Ora, nossos planos não tem virada de ano. Tem sim, e assim espero, um planejamento contínuo que independe da queima de fogos insanos que muitos fazem entre a noite do dia 31 de dezembro para o dia 01 de janeiro.

Se o objetivo nessa queima de fogos for festejar algo positivo, uma conquista, um sonho realizado, sugiro, pela coerencia, que esses fogos sejam queimados durante o ano também, se essa for a única forma de propagandear os feitos pessoais.

Creio que diversas prefeituras também se utilizaram dessa prática e aí o caso é mais grave ainda. Comemorando o que ? No caso de Porto Alegre, o ano de 2013 foi deprimente, marcado pela incompetencia explícita de prefeito e seus asseclas. Muitas promessas que não foram cumpridas, muita mentira e enganação divulgadas ao povo. Mas isso nem é mais constrangimento para o homem público que carece de conhecimentos e iniciativas. Já faz parte do currículo a mentira e a falta de ética, a falta explícita de conhecimentos básicos para administrar uma cidade.

Mas o povo delira com essa queima de dinheiro aplicada em shows pirotécnicos. É a oportunidade de soltarem aquele " ohhhhhhh....," quando vêem estrelinhas preenchendo o céu.

Melhor seria soltarem esse " ohhhhhhhh.... " quando inaugurassem aquele hospital tão esperado, aquela parada de ônibus com bancos, aquela biblioteca que nunca teve no bairro, aquela avenida asfaltada e sem buracos, aquelas ruas com a iluminação funcionando, aquele policial presente nas esquinas as quais eles mesmos desconhecem, e por aí vai !

Seria o grande " ohhhhhh... " que a população está esperando até hoje e não iludibriando os mais humildes com barulhos coloridos e estrelinhas no céu.

Para completar, o prefeito da cidade de Porto Alegre escolheu New York como destino no final de ano. Me parece que o " ohhhh...," de lá soa bem mais amigável que o " ohhh..." daqui.

Um partido jogado no lixo !

O PT surgiu lá nos anos 80 como um partido que representava os trabalhadores, onde seus líderes vinham de histórias de resistências ao regim...