sábado, abril 15, 2017

As listas !

Nunca gostei de listas. Elas sempre vem acompanhadas de certa arrogância, principalmente as listas de noivos. Casam e depois querem que os amigos mobilhem a casa deles. Ora, se resolveram casar já sabiam que teriam que ter despesas e o que ficam pedindo nas listas são de responsabilidade de quem tomou a decisão de se juntar.

E o pior de tudo. A gente se esmera em dar um presente legal para o casal e os mesmos se separam. Por que se juntaram para estarem meses ou poucos anos depois nas mesmas condições iniciais ?

Lista de convidados para uma festa: essa é necessária com direito a porteiro barrando quem não foi convidado. Quem não tem aquele amigo de bar que serve pro bar mas nunca iria convidá-lo para uma festa na tua casa ? Nesses casos a lista é necessária.

E o que falar da Lista de Schindler ? Baita cara que fez a sua parte ao livrar da morte muita gente boa e trabalhadora.

Mas a melhor das listas dos últimos tempos tupiniquins foi essa do Fachin. Que tsunami, minha gente ! Que arrasa quarteirão, brasileiros e brasileiras ! Que rolo compressor, compreendeu ?

Que se transforme em algo útil essa lista. As demais acima são bem administráveis mas essa é complicada de resolver. Só mesmo com o auxílio da polícia.

sexta-feira, abril 14, 2017

Alô, o fulano se encontra ?

- Alô, quem fala ?
- Aqui é a Judite, empregada da casa.
- O Sr Eduardo Cunha se encontra ?
- Não, meu filho. Ele saiu para fazer um trabalho em Curitiba e não tem prazo pra voltar. Quer deixar recado ? Ele está sem celular pois nesse lugar que ele está trabalhando não tem lojas de recargas. Liga outra hora, tá bem meu querido ?

- Alô, o Sr Dirceu se encontra ?
- Quem está falando ?
- É do jornal Caiu a Casa !
- Meu filho, aqui é a Janicleta, empregada da casa. Olha...o Dr Dirceu está numa situação complicada. A última notícia que tive dele é que ele foi em uma trilha fazer turismo e se perdeu no mato.

domingo, abril 09, 2017

Não terei barriga "tanquinho" !

A vida vai passando e aquela forma física de guri vai deixando de ser prioridade pelo simples fato de que nosso corpo vai se transformando, pra pior. Mais pelancas, mais barriga flácida, menos resistência, etc...

Mas isso é a parte física. A parte intelectual parece cada vez mais ativa. A experiência nos dá entrar em qualquer tipo de debate, de discussão, de conselhos, de poder refletir as novas situações que enfrentamos antes de tomarmos uma decisão. O cérebro não tem descanso e isso eu fico extremamente gratificado pela idade em que estou.

Converso com gente da minha idade, com jovens, faço trabalhos voluntários, oriento muitas coisas devido a vivencia em si.

E fico, ainda mais gratificado, quando um jovem me pede um conselho, uma opinião.

A parte física eu não tenho mais esperança de ser o Otávio com 29 anos. Mas me sinto bem com o estado físico em que me encontro e, o mais importante, parece que meu cérebro está cada vez melhor.

Caminhos que se abrem !

Aos poucos vai se conhecendo o lugar. Pode demorar semanas, meses, semestres...O conhecimento chega, a ousadia aparece, o inusitado acontece...