sábado, setembro 19, 2015

Minha história em 1985 - Rock in Rio

O Rock in Rio foi no verão, no final do semestre da faculdade. Eu cursava estatística na UFRGS e ir para o festival representava faltar uma prova final. Conversei com o professor e ele deixou eu fazer a prova na volta.
Fiquei na casa de uma tia de meu sobrinho Márcio o qual não foi no show pois tinha pouca idade. Mas suas primas e mais uma galera foram junto.
Me lembro como se fosse ontem. A turma dormindo na casa da Celina, na Barra da Tijuca, em colchonetes, preparando sanduíches, escolhendo o melhor visual rock´n roll e lá fomos nós, no segundo dia, num sábado, às 3 da tarde, de ônibus, indo para a cidade do rock.
Nossa, foi um delírio !
Nunca mais esquecerei dessa noite sensacional. Foi a noite de maior público naquele evento tendo James Taylor, George Benson, etc como as maiores atrações da noite.
Chegamos em casa às 5 da manhã, perplexos com o que vimos.
No dia seguinte fui sozinho.
A separação da turma carioca compensou com um show ímpar de Rod Stewart !
INESQUECÍVEL !

quinta-feira, setembro 17, 2015

Brasil, pátria educadora nem na casa do bilau !

Me dei ao trabalho de contar quantas salas de cinema exibiam filmes dublados estavam em cartaz nesse último domingo em Porto Alegre: 61 salas. Um pouco mais da metade do total. Esse é o retrato da ignorancia das pessoas e precariedade do ensino onde não conseguem acompanhar as legendas e muito menos entender o que estava escrito.
Para completar, liguei a TV para ver o JN mas devido ao horário político, atrasou em 15min a entrada do noticiário.
Meu Deus ! Aquela novela com nome em inglês "ai lóve sei lá o que" o nível dos diálogos são de uma infelicidade tremenda.
Mas tudo tem um entrelaçado: povo ignorante, maior audiência na Globo, Maiores votos para o PT.
"Brasil, pátria educadora". Não sei qual foi o maquiavélico que criou esse "slogan"

segunda-feira, setembro 14, 2015

Passei um tempo fora !

A vida nos pregam coisas que são invitáveis, principalmente as que dizem respeito às doenças na família. Por isso fiquei um pouco distante nesses últimos tempos e peço desculpas aos meus leitores assíduos.
Em breve, crônicas, devaneios e pitacos para diverti-los e fazê-los refletlir.

A Carta

Oi, mãe ! Não sei onde estás nesse momento mas senti necessidade de mandar-te meus parabéns pelo teu aniversário. Essa data será eterna. Sem...