quinta-feira, dezembro 22, 2016

A penúria dos separatistas !

Ainda bem que não nos separamos do restante do Brasil. Estaríamos entre os piores países do mundo com a classe política que vemos hoje e que essa incompetência não vem de agora.
O RS passa por sérias dificuldades e arrisco a dizer que vem lá dos tempos de Leonel Brizola no comando do nosso Rio Grande.

A população, a mesma que nunca aprendeu a votar mas se diz o povo mais politizado do planeta, hoje chora as medidas que já foram tomadas mas que, na realidade, nem deveriam ter sido criadas. O Estado quer fazer tudo, meter a mão em tudo mas não sabe fazer coisa alguma. Deveria se concentrar no tripé educação, segurança e saúde mas adora sair criando coisas que fogem a alçada do seu compromisso maior.

Claro que é desagradável tomar medidas radicais, desempregar uma penca de gente numa época delicada de nossa economia e muitas outras coisas. Mas todos sabiam que um dia isso teria que acontecer. 

Aconteceu de um jeito bem com a cara dos políticos que foram eleitos pelo povo burro e desinformado e que continuarão a serem eleitos nos próximos pleitos. Poderia ter sido de outra maneira. Mas colocou mais de 1.200 pessoas acostumadas a entrar pela porta dos fundos de uma empresa pública e ficar mamando o resto da vida.

Eu mesmo conheço uma senhora que trabalhou muito tempo em uma dessas fundações extintas mas que nem aparecia por lá, no local de trabalho. Tinha um padrinho forte e recebia um bom salário para nada fazer. Desses 1.200 que foram demitidos, certamente deve ter uns 500 nessa mesma situação.

A conta chegou, separatistas ! E são nas crises que vemos pessoas crescerem ou fiquem chorando na Redenção o leite derramado ou jogando pedras na polícia. 

terça-feira, dezembro 20, 2016

No embalo do David Coimbra !

O colunista do jornal Zero Hora, ainda nos Estados Unidos tratando de sua saúde, escreve na sua coluna de hoje um artigo sobre a dura vida do desempregado à procura de um lugar ao Sol.
Mais especificamente, a peregrinação, muitas vezes desastrosas e humilhantes, de ir de empresa em empresa para preenchimento de "fichas" atrás de uma oportunidade que, na maioria das vezes, nem te chamam para ouvir o que tens a dizer.

Entendo que é um trabalho duro para o RH realizar uma seleção ainda mais quando a quantidade de pessoas ultrapassa a expectativa. E fico imaginando quantos talentos desperdiçados por decisões precipitadas e errôneas dando oportunidade a quem, mais adiante, será dispensado por incompetência mas aprovado por ter sido simpático ou por uma indicação de alguém da empresa e que o RH nem se preocupou em aprofundar-se em conhecer mais profundamente o candidato.

A mesma relação faço com as chamadas "peneiras" nos grandes clubes onde, em poucos minutos, o candidato a craque tem que fazer um "milagre" com a bola e agradar a um desinteressado selecionador de futuros jogadores profissionais.

Mas a vida é assim mesmo. E temos muitas oportunidades em cidades menores mas com uma economia ascendente. Foi essa minha decisão em ter saído de Porto Alegre e me enveredar por outros pagos pois, como sempre diz o gaúcho, "não podemos se entregar pros homens, mas de jeito nenhum, amigo e companheiro".

terça-feira, dezembro 13, 2016

Que ano complicado !

2016 vai ficar na história. Aquela retrospectiva que tanto gosto de ver nos finais de ano nas redes de TV vão ter que estender o horário normal da programação para relembrar tanta coisa que aconteceu nesse tumultuado ano.

Impedimento de presidente, ocupação de escolas, prisões e mais prisões de corruptos, time de futebol desaparecendo de uma hora pra outra, time que não ganhava coisa alguma em 15 anos voltando a vencer, estados brasileiros decretando falência financeira por pura incompetência, ex-governadores na cadeia, delações premiadas, gastos de 800 mil reais em roupas e restaurantes por um corrupto que não ganha nem 30 mil por mês, oficialmente, figurões da política atrás das grades, senadores usando tornozeleiras eletrônicas, bandidagem tomando conta de capitais como Porto Alegre, Trump vencendo as eleições nos Estados Unidos etc...

Mas também tivemos coisas boas como as Olimpíadas e as Paralimpíadas, muitos trabalhos voluntários de extrema importância, população mais consciente das coisas ao seu redor, povos no mundo inteiro ajudando a quem precisa...

As coisas se repetem mas esse ano extrapolou e acabou mexendo com nossas emoções, razões e indignações.

Que 2017 seja melhor que 2016. Chegamos ao fundo do poço e não tem como descermos mais.

sábado, dezembro 03, 2016

Que semana complicada !

De segunda-feira para terça-feira o mundo ficou atônito com o maior acidente aéreo do planeta na história dos esportes.
Não vou ficar aqui escrevendo o que já foi escrito no mundo inteiro.
Quero, sim, divulgar uma tese pessoal: a Chapecoense virá com mais força ainda.
Isso talvez demore um tempo mas até julho de 2017 a Chape estará com um time diferente mas tão comprometido com o que havia até essa semana. E com muita garra extra.

Os momentos de hoje foram difíceis para mim. Chorei muito. Moro há pouco tempo em Chapecó. Uns 2 meses e logo de cara comecei a acompanhar os jogos da Chape. É um clube carismático, toda a cidade torce por eles e os jogadores sempre foram muito próximos da comunidade. Parece uma grande família.

Infelizmente muitos irmãos se foram e outros virão para formarmos, novamente, junto com os que já no clube, uma nova grande família.
O olhar desse dois torcedores acompanhando o funeral já diz tudo
Mas a Chapecoense vai superar. Ontem ouvi numa FM local um comentário do radialista que disse que quando fundaram a Chapecoense, os moradores do litoral afirmaram que estavam formando um time de colonos e que nada sabiam de futebol. Pena que os times do litoral estão sempre tropeçando nas próprias pernas. Em certos momentos, ficar quieto é uma grande virtude.

terça-feira, novembro 29, 2016

Chapecoense Eterna

As brilhantes defesas do Danilo, ídolo do clube e considerado um dos melhores goleiros do mundo nessa temporada, os gols de Kempes com aquela cabeleira mais parecendo o Tony Tornado, o grande goleador Bruno Rangel cujo nome deixou como o maior goleador da história do clube, o experiente técnico Caio Júnior o qual adorava o time dessa cidade de Chapecó, local  onde moro e mais todos os outros que compunham um verdadeiro grupo na verdadeira concepção da palavra.

Eles se foram..... Mas está na hora de colocar em prática uma sugestão pessoal.

Passado uns dias de assimilação dos fatos, a Chapecoense montar um time. Contratar uns 5 bons jogadores, usar a categoria de base, um bom técnico e jogar a final contra o Atlético Nacional.

A garra que esses jogadores terão saíra dos padrões futebolísticos e a Chapecoense, com o segundo jogo aqui, os torcedores formarão um verdadeiro caldeirão no Couto Pereira.

E assim, a Chapecoense se reerguerá rapidamente e podendo fazer uma homenagem ao grande time que estava naquele fatídico vôo.

sexta-feira, novembro 18, 2016

Lisca, a grande esperança !

Não esqueço aquelas cenas do novo técnico do Inter, o Lisca, quando tirou o Ceará do rebaixamento, festejando com a torcida. Li nas redes sociais o tratamento dele como doido. Não acho. É um festejo de um objetivo bem sucedido. E por que não estravazar essa alegria ? Qual o mal disso ?

Tomara que o Lisca consiga escolher as pessoas certas para essa empreitada final pois tem muito jogador que são verdadeiros sugadores de dinheiro e que nada jogam nesse time do Inter.

Minha sugestão: aposte na gurizada que tu irás se dar bem e manda os sugadores assistirem os próximos 3 jogos derradeiros do Inter em casa, pela televisão. E ainda duvido que assistam !

quinta-feira, novembro 17, 2016

O mundo está dando voltas estranhas !

Não vejo com bons olhos essas ocupações em escolas e faculdades, a violência desenfreada em Porto Alegre e o governador dizendo coisas contraditórias às estatísticas, essa invasão na Câmara dos Deputados, o pedido da volta dos militares, essas manifestações violentas pelo país, a eleição de um lunático para o país mais poderoso do mundo e assim vai.

O Brasil está à beira de uma guerra civil. Só não aconteceu pela grande ignorância da população que é completamente desinformada a ponto de uma prima minha, pobre intelectual, desconhecer a cidade onde ficava o Maracanã.

Aí já tira-se um parecer de quanto ignorante é o povo brasileiro.

E os demais fazem manifestações pra lá de ignorantes quando deveriam usar o voto para manifestar sua indignação.

domingo, novembro 13, 2016

Show do Capital Inicial !

Desta vez o vi em Chapecó. Não imagina ver o show dos caras por essas bandas mas a banda apareceu e fez um showzaço de mais de 2 horas.

Como de costume, o grande baterista Felipe Lemos me brindou com ingressos e fui com um amigo prestigiar o show.

E eu fico impressionado com a simplicidade deles. Já conheci muito músico arrogante mas eles estão longe disso. Uma banda de sucesso que mantém, até hoje, o seu carisma e seu carinho para com o público.

Estão de parabéns e a galera compareceu e recebeu uma baita show.

terça-feira, novembro 08, 2016

Torcida do Corinthians !

Mais uma vez alguns torcedores marginais do Corinthians são no notícia nas crônicas policiais. Bem parecido com o mais ilustre torcedor: o ex-presidente Lula.

Os dois fatos tem tudo a ver  !

quarta-feira, outubro 26, 2016

Torcidas Organizadas !

De onde veio esse nome ? No tempo em que eu frequentava o Beira-Rio e o Bento Freitas (estádio do Brasil de Pelotas) torcida era torcida. Não tinha essa denominação de "organizados".

Faço a mesma referência para o crime que passou a ser chamado de "organizado". Ora, as duas coisas estão relacionadas ao crime e os jornais estampam manchetes sempre ligadas a essas duas facções.

Está mais do que na hora de a polícia ser chamada de organizada e acabar com essa bandidagem que espantam, cada vez mais, os apaixonados por futebol dos estádios.

Eu sou um deles.

terça-feira, outubro 25, 2016

Por que o interior é tão diferente das grandes cidades ?

Essa é uma pergunta que eu aguardo a resposta. A internet tornou o mundo uma coisa só mas a diferença de hábitos e comportamentos é gritante.

Alguém vai dizer que as grandes cidades oferecem mais opções culturais, mais atrativos. E eu pergunto qual o percentual da população de uma grande cidade aproveita essas ofertas culturais gratuitas ?

Pela minha vivência, essas cidades do interior até tem uma gurizada ativa (e passiva também) que estão antenadinhos nas modinhas, no modo de vestir como uma calça bem justinha que mal passa o pé ao vestir, cabelinhos à la Justin Bieber, etc... A internet ajuda muito nesse sentido.

Mas a grande maioria da população, com celulares de última geração, criaram uma barreira de progresso. São orgulhosos em ter aquele modo caipira de vida, não se interessam por ler, por livros, por cultura. Simplesmente pararam no tempo.

Não digo que não são felizes, mas acho isso muito estranho !

Estranho é o mundo !

domingo, outubro 23, 2016

A Buchada de Bode !

Adoro chegar nos lugares e desfrutar de uma comida típica, seja lá o que for e que ingredientes tem. O importante é experimentar coisas novas, novos sabores e aromas. Aí sim tu estarás "entrando" na cultura local e prestigiando os hábitos do povo em questão.

Numa ida a Salvador, experimentei, pela primeira vez, o acarajé. Fui à trabalho, numa convenção da franquia num final de semana, e nosso guia turístico, depois do nosso trabalho, levou-nos a pontos turísticos.

Ele era um afro-descendente, fluente em inglês e francês e o local ficava na rua. Um tipo de precursor dos "food trucks".

Mas minha melhor lembrança foi em Recife onde meu falecido amigo Sérgio Limoeiro me levou num "restaurante" para comer uma buchada de bode. Coloquei entre aspas pois o local era mais um galpão nos fundos de uma casa que um restaurante tradicional que conhecemos.

E, por incrível que possa parecer, a comida era prá lá de especial. Muito boa mesmo !

Por isso que sempre recomendo experimentar as iguarias locais e foda-se o estômago que para isso tem remédio.

Bom apetite !

A Buchada de Bode !

Adoro chegar nos lugares e desfrutar de uma comida típica, seja lá o que for e que ingredientes tem. O importante é experimentar coisas novas, novos sabores e aromas. Aí sim tu estarás "entrando" na cultura local e prestigiando os hábitos do povo em questão.

Numa ida a Salvador, experimentei, pela primeira vez, o acarajé. Fui à trabalho, numa convenção da franquia num final de semana, e nosso guia turístico, depois do nosso trabalho, levou-nos a pontos turísticos.

Ele era um afro-descendente, fluente em inglês e francês e o local ficava na rua. Um tipo de precursor dos "food trucks".

Mas minha melhor lembrança foi em Recife onde meu falecido amigo Sérgio Limoeiro me levou num "restaurante" para comer uma buchada de bode. Coloquei entre aspas pois o local era mais um galpão nos fundos de uma casa que um restaurante tradicional que conhecemos.

E, por incrível que possa parecer, a comida era prá lá de especial. Muito boa mesmo !

Por isso que sempre recomendo experimentar as iguarias locais e foda-se o estômago que para isso tem remédio.

Bom apetite !

quarta-feira, outubro 19, 2016

Chapecó, mais uma vez !

Há uma diferença gritante entre as pessoas da capital e pessoas do interior. Eu nunca tinha morado no interior de um Estado do Brasil. Nasci em Pelotas mas saí de lá com 1 ano de idade e nunca mais tinha voltado a morar em cidades menores.

Chapecó tem suas peculiaridades e comecei a conhecer as coisas pela periferia. Vejo que é aquilo que eu sempre imaginei: gente sem cultura, com um palavreado carente e sempre com a mente voltada à putaria. Esse último item acontece, também, nas grandes cidades, mas aqui a coisa é mais acentuada.

Alguém lendo um livro, nem pensar. Jornal, as pessoas assinam mas mas lêem. As informações do dia a dia são sabidas através da televisão ou rádio. Internet é só para besteiróis de redes sociais. Nada que preste circula na grande maioria dos excelentes celulares.

Pobre, que se preze, tem que ter celular de última geração, mesmo que não saiba usar todos os recursos. Um grande detalhe: foi comprado à prestação.

Mas cidade do interior é assim, pelo que me falaram e pelo que presencio. E outra coisa forte é a falta de cultura, como já falei antes. As pessoas se interessam pelas notícias policiais mas desconhecem que tem um evento artístisco gratuito na praça da cidade no próximo domingo.

E ainda se arriscam a dizer que o povo é alienado e não sabe votar.

Meu Deus ! Esse país não muda tão cedo ! Quer viver no primeiro mundo ? Mude-se daqui !

Deixo algumas sugestões: Costa Rica, República Dominicana, Uruguai, Canadá, Holanda, Republica Checa, Coréia do Sul, Estados Unidos, Portugal, entre outros....

Boa viagem !

observação: o povo daqui é muito legal e educado. As pessoas costumam se cumprimentar pelas ruas e isso já é uma coisa muito positiva.

sexta-feira, outubro 14, 2016

Minhas primeiras observações de Chapecó SC

Galera, estou aqui há quase 30 dias e hoje colocarei o que observei dessa bela cidade. Vai sem qualquer ordem de assunto e sim de observações anotadas:

- muitos prédios em construção e a maioria com apartamentos com sacada e churrasqueiras;
- dificilmente alguém fecha a sacada como acontece com os gaúchos ;
- raramente se ve um prédio com porteiro ;
- ônibus coletivo também inexiste um cobrador. O motorista faz as duas funções à la Estados Unidos ;
- as ruas são bem iluminadas e sem buracos. Em compensação o que tem de quebra-molas é impressionante e os pardais não funcionam ;

- a prefeitura não te atende pela manhã ;
- a cidade é bem policiada ;
- aqui também tem o bairro dos traficantes e pontos de venda de drogas ;
- o que tem de índio perambulando e vendendo artesanato de uma maneira completamente desorganizada é impressionante ;
- aqui também tem um monte de viadinhos e garotos de programa ;
- a rodoviária da cidade é muito boa e organizada. A sala da ANTT tá sempre fechada ;

- andar de bicicleta é uma merda. A cidade tem muita lomba ;
- aqui no bairro Passo dos Fortes tem um belo parque para caminhadas. Muito limpo e organizado. Uma maravilha. Vou todos os dias caminhar nesse local, o ECOPARQUE ;
- a cidade é bem espraiada. Tem uns 220 mil habitantes mas ocupa uma área bem maior que Pelotas que passa dos 350 mil. Por isso é uma cidade agradável, casas e edifícios vivendo harmonicamente. Aqui não tem uma casa grudada na outra ;

- quase não avistei emos nem punks ;
- Chapecó tem muitos bares legais, temáticos, bem transados e muitos lugares de cervejas artesanais ;
- é fácil estacionar teu carro em qualquer lugar ;
- o trânsito é parecido com o da Índia. Um caos. A cidade é infestada de rótulas com diâmetros muito pequenos o que causam acidentes diários. E o povo dirige muito mal ;
- apesar de inúmeros quebra-molas, os "playbas" da cidade rebaixam seus carros. É a maior incoerência que já vi nas cidades em que andei. Mas.....gosto é gosto...

- tem camisetas da Chapecoense por todo o lugar. Todo mundo usa, independente da classe social. É o time da série A e todos se sentem orgulhosos disso ;
- tem bons shows de artistas de fora que vem pra ca tipo Titãs, Capital Inicial e aqueles incansáveis sertanejos universitários que nunca se formam de uma vez ;
- a rede hoteleira é ótima. Bons e inúmeros hotéis, diferente de Pelotas, minha terra natal. Aqui rola a grana e em Pelotas rola a pobreza. Por isso a comparação dos hotéis, Aqui tem 10 vezes mais hotéis com 220 mil habitantes que Pelotas com 350 mil ;
- aqui tem uma versão mais incrementada do Trilegal gaúcho. É a Oestemania mas que tem uma credibilidade muitíssimo maior e todo mundo compra a sua expectativa de ser feliz. E tu encontras muitas pessoas que já ganharam prêmios ;

- a parte cultural da cidade é muito boa com muitos eventos gratuitos ;
- aqui o SINE liga pro teu celular quando surge um emprego e acolhe muito bem o forasteiro inclusive com 2 cestas básicas ;
- o PcD é muito bem tratado. Tem sua carteira de ônibus feita no mesmo dia e gratuita ;
- a rede de saúde pública é excelente, sem filas e muito bem atendido ;
- o povo é muito hospitaleiro e tem muito gaúcho por aqui ;

Para finalizar, ESTOU ADORANDO CHAPECÓ !!

segunda-feira, outubro 10, 2016

O povo se corrompe muito mais que os políticos !

Participei como coordenador de campanha de um vereador aqui em Chapecó e pude perceber, "in loco", que a corrupção corre solta até numa cidade pequena mas que é dominada por "coronéis" que nada acrescentam ao município mas estão sempre "por cima". Por cima dos burros dos chapecoenses, dos ignorantes dessa cidade que não conseguem enxergar que a renovação nos cargos é sadia para a cidade.
Mas aí eu terei que dar um curso para esses arigós o que significa a palavra "renovação", "alternância de poder", etc... Aí iria demorar e não estarei vivo para cumprir minha missão. Aos poucos vou repassando, num trabalho dito "formiguinha" o que a ignorância demora anos a assimilar.

segunda-feira, setembro 26, 2016

Venda de bebidas alcoólicas !

Esse assunto chega a ser hilário. Proibiram a venda de bebidas alcoólicas nos estádios mas as confusões continuam. Durante a copa 2014, vendia-se a cerveja patrocinadora do evento e nada aconteceu.

Bebida alcoólica em bares e restaurantes na beira de qualquer estrada brasileira tem aos montes. Vendem-se uísque, cachaça, vódica, cerveja e, quiçá, até drogas ilícitas.

Nos grandes shows musicais em estádios e locais para eventos, vendem-se bebidas alcoólicas também.

Por que a proibição em estádios de futebol ? Se o cidadão chega bêbado para ver o jogo, isso pode. E vai arrumar confusão independente de ter comprado bebida no interior do estádio. Não temos bafômetros nas roletas de acesso. Entram nos estádio todo tipo de bêbados.

Qual seria a solução ? A indústria da bebida é muito mais poderosa que os legisladores e em país subdesenvolvido fica muito mais difícil controlar essa questão.

Estive no Canadá e a coisa é bem rigorosa e controlada. Ninguém é proibido de consumir bebidas alcoólicas mas se tu fizeres besteira é cadeia na certa.

Aqui o assunto é tratado por políticos descomprometidos. Só falam por marketing e não por terem interesse em resolver a questão.

sábado, setembro 17, 2016

Campanha para Vereador

Nunca tinha me envolvido como estou hoje na política. Participei de algumas campanhas mas mais como observador aproveitando as feijoadas, churrascadas e bebida gratuita. A política tem dessas coisas de demagogia. A gente comparece nas festas dizendo-se um fiel escudeiro mas no fundo nem lembrará o nome do candidato na hora do pleito.

Assim que cheguei a Chapecó, SC, encontrei um antigo amigo meu, empresário, que está na concorrida eleição para a vereança da cidade. E em poucos minutos de conversa fui convidado a ser o coordenador de sua campanha. E eu aceitei

Está sendo uma experiencia muito gratificante. Nunca pensei que eu era tão bom nisso. Ganhei o respeito e o carinho dos cabos eleitorais e estamos fazendo uma campanha com planejamento e com ausência de promessas. Não podemos prometer coisas que nem sabemos como funciona.

E estamos nos preparando para entrar em um ninho de cobras, com cancheiros velhos, com políticos profissionais que vivem disso.

Fiz as redes sociais jogarem junto com a nossa campanha, fazermos um corpo-a-corpo sincero, olhando nos olhos e vendo onde estão os descontentamentos para com a cidade. Tratando as pessoas pelo nome.

Essa é uma parte da nossa campanha. O resultado saberemos dia 02 de outubro.


domingo, setembro 11, 2016

Vida Nova em Chapecó SC

Fico feliz que ainda tem muita gente que confia em mim, reconhece minhas qualidade e meu profissionalismo no trabalho.
Todos os lugares que vou sou recebido com muito carinho e apreço e não foi diferente aqui em Chapecó onde cheguei recentemente em busca de uma nova vida.
Mais importante ainda é o retorno que ofereço com trabalho honesto e confiável.

Quem não me conhece ainda, venha me conhecer, venha trocar idéias comigo. Descartei muita gente nas redes sociais pelo fato de nada acrescentarem na relação social e que apenas estavam ali para coisas fúteis e sugar energias positivas dos demais.

Paralelamente, conquistei outras com muito carinho e conversa e com qualificações dignas de terem o orgulho de serem meus contatos nas redes sociais.

E assim caminha a humanidade.

sexta-feira, setembro 02, 2016

Poderia ser de outra maneira !

Acho estranho que tantos jovens, a maioria estudantes de boas faculdades, conseguem se reunir para protestos mas não conseguem serem criativos nos protestos. Protestar faz parte da indignação humana e indignar-se é uma coisa extremamente natural.

Porto Alegre viveu um caos nas últimas noites. O motivo era o impedimento da ex-presidente Dilma ter sido tirada do poder. O assunto é complexo mas uma coisa eu fico pensando: alguma coisa ela fez para ter recebido esse castigo, digamos assim. Alguma coisa foi feita que deu margem à contestação e, consequentemente, a sua retirada do cargo. As coisas, por mais questionáveis que sejam, não acontecem gratuitamente e nisso sempre costumo citar a segunda lei de Newton, na física: toda a ação corresponde a uma reação de igual intensidade e sentido inverso.

Pois bem. A forma de protestar vem em função de uma ação e resultou na baderna de milhares de jovens nada criativos nas ruas de Porto Alegre. Pessoas foram agredidas em bares enquanto tomavam suas cervejas mas presenciei um grupo de jovens protestantes tomando cervejas em um bar após os atos de repúdio. Certamente não gostariam de serem incomodados nesse momento.

As mídias mostraram esses mesmos jovens pixando muros de casas e estabelecimentos comerciais e destruindo a fachada de uma das agências do Bradesco. Qual o objetivo disso eu desconheço mas deixo aqui, para finalizar, uma sugestão.

Se o Bradesco os incomodam, jovens baderneiros, façam uma campanha para que as pessoas fechem suas contas no Bradesco. O resultado será muito mais significativo que destruir fachadas de agências. Os bancos são ricos e colocar uma fachada é um prejuízo ínfimo para eles. Mas a partir do momento que os correntistas começarem a dar as costas para a instituição bancária, certamente o resultado vai ser olhado com carinho pelos banqueiros. Os bancos só existem pela existência de clientes. 

Baderneiros, comecem uma campanha para que as pessoas fichem suas contas nessas instituições e as reabram em bancos em forma de cooperativas. Vocês serão muito melhor vistos pela sociedade pela criatividade e não pela baderna gratuita e irresponsável.

segunda-feira, agosto 15, 2016

Rio 1974 a Rio 2016 - Olimpíadas para ficar na memória !

Não sou fã do Rio de Janeiro apesar de, todos os anos, colocar o meu pé nessa cidade sendo, a primeira vez, aos 14 anos. Meus padrinhos moravam no Rio, perderam um filho que se chamaria Otávio e nunca mais tentaram outro. Então me adotaram. Eram os meus pais que moravam longe.

Me divertia muito quando ía para lá. Meu padrinho tinha uma condição financeira boa e me levava em bons lugares e, assim como meu pai, adorava pegar o carro e sair a passear, me levar em lugares bacanas e tudo isso está muito claro em minha memória.

A primeira vez que vi o Pão de Açúcar eu me emocionei com 14 anos. Fui sozinho de avião. Minha primeira viagem de avião. E obviamente foi pela VARIG. E lá estavam meus padrinhos me esperando no Galeão. Foi quando na ida para Copacabana passamos pelo aterro do Flamengo e tive a minha primeira visão do Pão de Açúcar e minha reação foi disser: existe mesmo isso !!

Passando do Rio 1974 para o Rio 2016, estou emocionado com a nossa recepção, a nossa torcida, a nossa organização, o nosso empenho nessa histórica olimpíada, a primeira na América do Sul. Nunca achei que seria diferente apesar de alguns pitacos que sempre escrevo nas redes sociais.

O Brasil está de parabéns. Não temos apenas uma organização carioca. A turma envolvida na organização vem do mundo inteiro e os méritos são de todos nós.

Rio 2016 ! Dessa vez foi pela TV mas em 1974 e muitos outros anos posteriores eu estava ao vivo inclusive numa virada de ano em Copacabana em 1999.

sábado, agosto 13, 2016

Os heróis das olimpíadas e a lavagem cerebral !

Tudo bem ! Concordo que olimpíadas em nosso país nos trás divisas, os hotéis faturam, os restaurantes também, os camelôs também, os entregadores de drogas também e muito mais gente fatura com tanta gente na cidade maravilhosa, cheia de furtos mil. A cidade, maravilhosa, a mais perigosa do Brasil. Ahhh...exagerei mas o exército brasileiro que cuida de 190 milhões de habitantes está quase todo no Rio para cuidar de 30 milhões de pessoas.

O meu recado é o seguinte: de onde saíram os medalhistas do Brasil ? Uma, recentemente, da Cidade de Deus. Uma exceção. Os outros são ricos velejadores ou hipistas. São os mais medalhistas nas olimpíadas.

Mas o vendedor de picolé, numa briga que mais parecia saída de dois bêbados numa boate, que luta peso até 52 kg, foi batido por um americano, de repente na mesma condição e história, tirou o brasileiro do sonho de medalha. O brasileiro, depois de começar a lutar, sustenta uma família de sete filhos. Se fazer filho revertesse em medalha, seríamos top no ranking.

Assim é o Brasil. E a imprensa faz um alarde todo depositando muita responsabilidade sobre pobres coitados. Considero o Neymar Jr como um pobre coitado. Hoje está no auge. E quando tiver uns 50 anos será o que ? Claro, se não tiver gasto com putarias e festas, ainda terá grana pra morrer tranquilo. Mas, como pessoa, é um bosta. Muito diferente de outros esportistas milionários como o Djcovik. Muito diferente dos neymares da vida e que dão muito mais resultados pro seu país pois ele encarna a pátria, diferente do garoto que saiu de uma favela de Santos.

Mas era isso. A imprensa , ao invés de alertar que somos um país que não investimos em esportes, que não incentivamos qualquer criança nos colégios a praticar esportes mas que dá o direito de um piá de 16 anos a votar e escolher os corruptos que sempre comandaram esse país. Desde o tempo do Cabral.

domingo, julho 31, 2016

O Brasil de Neymar ! Será ?

Mais uma vez a imprensa brasileira joga a responsabilidade em um único jogador, Os comentários futebolísticos se referem à seleção brasileira de futebol como a "seleção de Neymar",

Ora, o Neymar tem junto com ele mais 10 jogadores pois ele sozinho não daria conta de enfrentar os 11 adversários do outro time. Futebol é um jogo coletivo, de equipe, de sincronismo, de união, de dedicação, de um ensaio de talentos e que não pode se referir a apenas uma pessoa.

Uma das melhores seleções que tivemos, na minha opinião, a qual foi a seleção de 70.

Não era a seleção de Pelé. Era a seleção do Saldanha e, posteriormente, a seleção do Zagalo. Mesmo tendo o Rei do Futebol no time, ninguém se referia à seleção do Pelé pelos simples argumentos citados acima.

Esqueçam o Neymar. Tem mais 10 que podem fazer a diferença.

sábado, julho 16, 2016

Como sou poderoso !

Tenho a internet em minhas mãos. Mando à merda quem eu quiser sem ouvir a réplica no mesmo momento e se me responderem eu deleto e não leio.
Resolve minhas desavenças com apenas toques dos dedos, digo quem eu sou sem ninguém me conhecer, arrumo amigos virtuais bonitos e gays, viajo para qualquer cidade e depois digo que estive lá. Acuso pessoas de serem trouxa, derrotadas, bipolares, etc...

Esse é o mundo virtual das pessoas que sempre se sentiram sozinhas, sem iniciativa e que viram a grande oportunidade de crescerem só que virtualmente.

São tudo e não são coisa alguma !

terça-feira, julho 12, 2016

Por que tenho escrito menos ?

Com certeza, não é por falta de tempo. Por mais que eu tivesse atividades durante às 24h incluindo, aí, minhas horas de sono, sempre me organizei para dedicar meu tempo às escritas. Adoro escrever. Adoro colocar o que passa pela minha cabeça numa velocidade que qualquer radar me multaria. Voltei até a compor música apesar de terem me separado forçadamente de minha bateria mas não de meu violão.

E fico pensando quando ocorrem mudanças na vida das pessoas e eu sempre pergunto, para provocar mesmo, se não vais levar teu violão, tua gaita de boca, teu violino, tua flauta, teu pandeiro, teu cavaquinho, teu apito, tuas telas e pinturas, tuas tintas, teus discos de vinil e cd´s, teus filmes, teus shows em vhs e dvd, teus escritos, teus livros, teus rascunhos, uma caneta, um lápis, muitas folhas de rascunhos...

Para mim, uma vida complementar. Quem não tem coisa alguma para levar no que citei acima, está faltando algo na vida. Não acredito que uma pessoa possa ser feliz sem algumas dessas coisas citadas acima. É uma tese pessoal ; não uma teoria. Longe de um corolário !

Mas é vida para mim. E para muitos.

Portanto, se vais te mudar, lembre-se de levar algumas ou todas as coisas acima. Se nada tiveres para levar, nem me avisa que vais te mudar pois não irei te visitar.

sexta-feira, julho 08, 2016

Os dois helicópteros e o balde com água !

Na passagem por esses rincões, a tocha olímpica foi notícia mundial por mais uma baixaria. O caso do balde para apagar a chama.

Fico imaginando quantos neurônios uma pessoa dessas tem.

E se os ataques e insatisfações acontecem aqui embaixo, qual a necessidade de 2 helicópteros com um custo altíssimo sem falar nos shows de qualidade duvidosa.

Não sou antipatriota mas essa gandaia da tocha por aí eu não gostei.

em tempo, já apelidaram de "xoxotas" aqueles caras com roupa de escoteiro que correm junto com a tocha.

segunda-feira, julho 04, 2016

Os donos da verdade !

Concordo, e com provas, que o PT e Igreja Universal, entre outras crenças, são campeãs em lavagens cerebrais. Pegam o povo ignorante para lavarem o cérebro do coitado onde, depois de umas duas semanas, não sabe mais nem onde nasceu.

Isso seria um caso de polícia com esse pessoal na cadeia por influenciar pessoas humildes e ignorantes as levando para um pensamento que lá sabem onde vão parar. A verdadeira lavagem cerebral.

Fazem isso com integrantes de partidos políticos e tudo mais sob a conivência dos corruptos policiais que dão cobertura para tal fato.

E acontece em qualquer lugar, inclusive na tua casa.

Um dos maiores desafios do ser humano é a busca de informação e conhecimento em livros. Não na televisão. Até temos coisas que prestam nos canais pagos mas não fique pensando que assistir Ana Maria Braga todas as manhãs te tornarão um intelectual.

sábado, junho 25, 2016

Ontem, hoje e o amanhã !

Ontem eu estava desesperado mas com a cabeça no lugar. Passei o dia sem me alimentar por pura falta de grana em uma situação que culpo eu mesmo.
Mas com a falta de sono, fome e tranquilo para refletir a que ponto cheguei, encontrei uma solução paliativa. Não vai durar muito. Mas me dará um certo fôlego.

Estou vivendo uma fase de sobrevivência e sendo testado ao máximo. Sei que isso vai passar e melhorar bastante.

Óbvio que fortes fatores covardes e externos contribuíram para a minha condição atual. Quando um mal intencionado que nunca foi coisa alguma na vida resolve acabar com a vida dos outros, a resposta do réu fica mais elástica mas nada que a ignorância de outrém vença o meu lado pensativo e humano.

Me aguardem ! Ou nem me aguardem pois foram somente aqueles 5 amigos que realmente são amigos e que estão me ajudando atualmente.


domingo, junho 19, 2016

O Caipira !

Olha, minha gente. Esse relato é em primeira pessoa. Quem me ensinou isso foi um amigo da cidade, letrado, pois vivo a minha vida de modo simples e acho que sou mais feliz que os colafinas das cidades grandes. Não tenho teoria sobre a relação do dinheiro e felicidade. Tenho pouco estudo mas li muita coisa por conta própria e as conclusões também foram iguais.

Nunca conheci esse outro mundo dos ricos. Das festas, das grandes casas, dos grandes carros, roupas de grife, helicópteros, jatinhos, viagens para o outro mundo... Sei lá. É uma outra vida muito diferente da minha. Mas questiono a felicidade.

O que será a felicidade ? Temos uma vida só por aqui e o que será ser feliz enquanto estamos aqui ? Será que andar numas BMW me fará mais feliz que andar num ônibus de linha os quais me remetem pro mesmo lugar ? Será que beber um vinho caro me fará ficar diferentemente bêbado, na manhã seguinte, depois de ter tomado uma cachaça ? A ressaca será diferente ? O remédio para o tratamento será diferente ?

Será que as pessoas ficam me cuidando para saber quem eu sou, de onde venho, o que faço  e para onde vou ? Estão preocupados comigo ? Imponho algum perigo ? Poderei, eu, influenciar nos rumos da vida de quem está preocupado em me cuidar ?

E o que dizer do futuro  guardou tanta grana pra quem ? Quem irá gastar e como irá gastar o que tu acumulaste ? Acumulaste por que ? Por que não gatou enquanto estava vivo ? Estavas com alguma dívida de passar a vida trabalhando, acumulando dinheiro e deixar tudo isso para outros gastarem sem dó nem piedade ?

Pena que agora não poderás me dar a resposta. A vida passa muito rápida para tantas respostas mas essa é uma que terias que me ter respondido. Fosses um advogado que acabastes com a vida de muitos mas morrestes antes deles. O que ganhastes com isso ? Tu, que tanto condenou tal conduta mas que fostes um bosta ao longo da vida e nada experimentastes ? Morrestes sem emoções ?

A vida é curta, a cultura longa, a inteligência inatingível e eu aqui devaneando enquanto a farinha da vida ainda existe por essas bandas.

terça-feira, junho 14, 2016

A triste vida em uma funcionária pública !

A única menina da família. Assim como eu, era tratada com um certo diferencial por eu ser o caçula e e ela a única mulher entre 4 irmãos. Irmãos briguentos entre os mais velhos e que as vias de fato eram constantes pela infância, adolescencia e fase adulta com inúmeras brigas e desavenças tendo a parte monetária como o foco principal.

Consumo de drogas em profusão sendo flagrados pelos pais inúmeras vezes e com ameaças dos mesmos pelo desligamento do lar se continuassem com aquela vidinha.

Os irmãos cresceram, se mudaram, se atolaram em dívidas pela vida independente mas nunca deixaram de ter contato com as drogas e comportamentos condenáveis pela família e até por amigos próximos. Pelo modo de vida, a chinelagem se aproximou da minha irmã sendo ela uma eterna bobinha e facilmente influenciável. Cultura nunca foi uma referencia nela e nem cursos em faculdades de primeira linha uma referencia de inteligencia e formadora de opinião.

Sua turma beirou sempre a bandidagem e a chinelagem do nosso sistema social mas a morte de meu pai deu uma reviravolta na sua vida.

Ainda beneficiária de uma lei que foi extinta, teve direito a 50% da pensão do meu pai para o resto de sua vida e mensalmente pingada na sua conta bancária. Ora, meu pai foi um exemplo de funcionário público e que ganhava muito bem. Ela, uma bêbada, drogada e que sempre levou para a sua cama a mais chinelagem masculina e feminina para usufruir a gorda pensão herdada e gasta da pior maneira possível.

Com o tempo, foi adquirindo patrimônio, viajando pelo mundo mas sempre esqueceu de se qualificar internamente. A parte bobinha de sua personalidade sempre esteve à frente de suas ações e que acabou se envolvendo em situações extremamente constrangedoras pelo usso excessivo de cocaína e bebidas numa fase negra de sua vida.

Mesmo assim, hoje insiste nas lições de moral como se fosse uma freira na família e que , no ápice da sua ignorância cultivada, começou a prejudicar os mais próximos, principalmente a mim numa ira inexplicável e com uma raiva passível de internação.

Hoje ela vive sob medicamentos e sessões de psiquiatria. Vive, ao que me parece, nos poucos meses que lhe restam pela estatística de seu passado e por expor toda essa ira e raiva contra os mais próximos sem que qualquer razão pudesse apresentar.


domingo, junho 05, 2016

Conversa entendível para maiores de 40 anos !

Esse fato ocorreu em Porto Alegre !

Dois amigos se encontram no Bar Alaska. Fazia tempos que os dois não se encontravam na boca maldita.
- E aí, magrão ! Quanto tempo, tchê !
- Pois é, andei meio sumido. Tô encostado. Tão achando que é um princípio de nó nas tripas !
- Tu vê, teu véio morreu assim ! Te cuida ! Tirou uma chapa já ?
- Vou tirar na segunda na beneficiência. Mas minha vó me mandou uma receita infalível: guaco, mel, cachaça, limão, gelo e um toco de vela.
- Isso tá me cheirando caipirinha. Mas pra que o toco de vela ?
- Caso não dê certo....
- Tchê, vou pegar uma sessão coruja no Bristol. Começa à meia-noite. Dança dos Vampiros, do Polanski. Baita filme.
- Magrão, combinei com uns caras ali no Lola mais tarde.
- E já comprou presente pra tua coroa ? Ela ta fazendo primaveras na segunda. Aproveita e passa na Sloper que tem uma liquidação.
- To sabendo mas vou lá na do "lápis vermelho". Também tá com boas ofertas.
- É isso aí ! Te cuida !
- Tu também e vai com calma nas aulas de filosofia na UFRGS que tem gente do DOPS infiltrado nas aulas.
- Falou !

segunda-feira, maio 30, 2016

A Rede Social

Madrugada de domingo ! Tinha dormido umas duas horas antes, quando começou o Fantástico (aliás, sempre me dá sono quando começa o Fantástico), e acordei era 00h30. Ainda estava no amistoso da seleção nos Estados Unidos e alternava com o Pânico na TV esperando um filme do Caio Blat num papel de gay.

Caio Blat está para filmes gays como o Robert de Niro está para os filmes de gângsters.

Mas o que começou a passar em Sessão de Gala era outro filme: A Rede Social. Comecei a ver pois estava sem sono e ainda tomando uma caipirinha. Pois quando o filme começa a tomar forma vejo que se trata (ainda estou vendo) sobre a história da criação do Facebook.

Vocês não imaginam como isso mexeu comigo. Simplesmente sensacional.

Não contarei o que retirei de bom do filme pois acabou de voltar pois está na parte final e as propagandas acabaram.

terça-feira, maio 24, 2016

Ensaio sobre a relação das amizades em redes postais !

"Ora, direis, ouvir estrelas..."  (Olavo Bilac, um soa expoentes do parnasianismo) já dava o pontapé inicial se, o fato de ouvir estrelas, me direcionariam no rumo certo de escolher minhas amizades.

Recentemente, li numa das edições da revista SuperInteressante, uma matéria sobre a quantidade de amigos e amizades que temos e que o nosso cérebro está disponível a absorver.

Amigos mesmo, aqueles do peito, não passam de 5. Os demais, incluindo os demais amigos e alguns conhecidos, chega-se a 50. Nas redes sociais, acrescentando-se sem qualquer critério as pessoas, chega-se a um número quase administrável de 150. Daí pra cima, esqueça ! As pessoas não farão parte de tua sociabilidade nem de sexualidade nos teus contatos.

Excluo os parentes dessa lista toda pois temos os mais diversos níveis citados na lista acima.

Todos os anos faço uma estatística de quantas pessoas que estão na minha lista de contatos nas redes sociais me mandam os parabéns pelo dia do meu aniversário e a coisa não passa dos 20%.

Ou seja, tenho mais de 350 pessoas "cadastradas" na minha rede e não mais de 70 me mandam os parabéns no dia do meu aniversário. Concordo que muitas não sabem nem que dia seria esse mas fica aqui meu recado.

REDES SOCIAIS ESTÃO MUITO LONGE DE SERES REALMENTE SOCIAS !

quarta-feira, maio 18, 2016

Sebo !

Hoje passei num sebo (livros usados à venda em livrarias) e tinha uma promoção de 5 livros à livre escolha por 5 reais. Concordo que não se tratavam de best-sellers mas as opções eram bem interessantes.

Por 1 real cada livro, já valeu a pena levar e fazer a posterior leitura. E o mais importante, passar adiante o que já foi lido. Sem custo algum.

segunda-feira, maio 16, 2016

O tempo diz tudo !

Impressionante mas é pura verdade ! A imagem que temos de certas pessoas, ao longo do tempo, se transformam em teoremas e deixam de serem teses.

Comportamentos humanos e amigáveis, ou nem tanto amigáveis, deixam rastros pela vida e facilmente rastreados pela internet. Ora aliada, ora comprometedora.

Atua nos dois sentidos e ainda não descobri uma configuração que deixe o navegador imune das suas escolhas de "sites" para navegar ou que ninguém descubra por que mares andou.

A vida, para quem optou por se expor nas redes sociais, virou um livro aberto. E muitos não admitem isso apesar de admitirem. Uma grande controvérsia, uma grande bipolaridade.

terça-feira, maio 03, 2016

Viver de internet !

Parece um assunto absurdo mas se a gente prestar a atenção, existem inúmeros "sites" que oferecem prêmios, promoções, "vouchers", refeições gratuitas, roupas, ingressos de shows, cinemas, teatro e uma infinidade de coisas.

Eu, que não sou muito participativo, já ganhei ingressos de cinema, jantar, ingressos para shows, camisetas, boné, etc... Imagina quem passa o dia todo futricando essas promoções ?

Certamente muita coisa irá ganhar. Formar frases, respostas criativas, inventar receitas...tudo está falendo.

E isso deixa as navegações menos chatas a apenas frequentar redes sociais entediantes e incomodativas como as que existem hoje.

terça-feira, abril 26, 2016

Revistas de consultórios médicos !

Sou daqueles curiosos que sempre futricam os porta-revistas de consultórios. A gente já tem uma idéia da personalidade do responsável pelo atendimento em função do que a gente encontra disponível para ficar folheando.

Digo folheando pois não dá tempo de ler a reportagem toda pois logo já te chamam para o atendimento. Se fosse pelo SUS, daria para ler um grosso almanaque só que nesses lugares não tem revistas disponíveis.

Já fui em consultórios que predominavam revistas sobre carros. E fiz uma analogia com meu amigo médico que troca de carro todos os anos. E também tinha umas de viagens e também sei que ele adora viajar. Bem de acordo.

Numa outra médica, o consultório era todo decoradinho nos mínimos detalhes e as revistas que mais tinham era do estilo Caras. Bem a cara dela.

Mas na sala de espera de minha psicóloga encontrei algumas pérolas (só podia): Mundo Estranho, era a revista. Algo do tipo Superinteressante. Até pedi um exemplar para levar para ler em casa pois tinham artigos que mexiam com o raciocínio. Estava no lugar certo.

Mas, nos próximos blogs, comentarei um dos artigos que trazia uma matéria sobre a necessidade de termos ou não amigos e o que as redes sociais tem modificado nossa maneira de fazer amizades.

A revista era de 2011. E me questionei o porquê de encontrarmos somente revistas antigas em salas de espera ? A resposta foi simples e direta: se a revista é recente, o pessoal leva pra casa.

terça-feira, abril 19, 2016

Impeachment, Tiririca, Bolsonaro e o circo !

Foi um verdadeiro circo passar mais de 3h em frente à TV assistindo um dos mais hiláricos programas televisivos que bateu audiências anteriores de cancheiros velhos como Faustão, Gugu, Sílvio Santos, etc...que foi a transmissão do impeachment parcial da presidente Dilma.

Primeiro, pude me familiarizar com figuras que nem imagina que faziam parte da câmara de deputados federais. Nunca os tinha visto em entrevistas de telejornais ou comentários nos periódicos que costumo ler.

E as frases para justificar o SIM e o NÃO beiraram, em sua grande maioria a bizarrice com direito a cuspadela em Bolsonaro, citando o torturador de Dilma, um outro que baixou a pombagira na hora da votação, um desconhecido que mandou um feliz aniversário para o netinho, etc...

A minha maior parcial decepção foi com o Tiririca. Apesar de ter votado SIM esperava ele cantorolar um trecho de um de seus sucessos..."ele queima a rosca mas é meu amigo, ele é ladrão mas é meu amigo...".

Uma pena ! Fica para o outro impeachment !

quarta-feira, abril 13, 2016

O impecheament e a lama de Mariana

Dilma, depois de um governo desastroso e corrupto, está prestes a ser expulsa do cargo por improbidade administrativa, além de outras manobras. Meus parentes e amigos petistas abandonaram de vez os comentários nas redes sociais e tentam, num corpo-a-corpo, atitudes desesperadoras de se reerguerem no mesmo lar de lama mineiro. É corrupto nesse partido pra todo lado e muitos infiéis de carteirinha já querem montar um novo partido para que idiotas cegos suscetíveis a lavagens cerebrais coloquem , novamente, a sua ignorância à disposição de maquiavélicos.
Vos desejo, nessa nova caminhada, não percam seu tempo.. Vocês vão precisar, nesse novo projeto, é de sorte e milagres. As ideologias vermelhas foram sufocadas, há muito tempo, pela lama de Mariana.

segunda-feira, março 28, 2016

Famílias e Amigos

Sempre vem à tona, depois de algumas rodadas de cerveja, a velha discussão  e argumentações entre amigos sobre a dicotomia amigos e irmãos.
As controvérsias vão além do estoque que está no bar para sustentar o assunto e não se chegar a conclusão alguma.

Os chavões sempre vem à tona a partir do momento em que os defensores radiciais de um determinado lado afirmam que amigos a gente escolhe e que irmãos a gente convive, bem ou mal, obrigatoriamente.

Já sou da teoria que tu podes escolher com quem se relacionar nos dois casos e assim como um amigo começa a interferir negativamente na tua vida faça a mesma coisa se a situação vier de um irmão.

Isole-o do teu relacionamento. O importante numa família são os pais. O restante vem na onda e não haverá nada mais importante que o casal que te colocou no mundo.

Trate-os bem e serás bem feliz. O restante tu vais experimentando, acolhendo ou expulsando da tua vida.


sábado, fevereiro 20, 2016

Hotel Califórnia

Não se trata da bela canção interpretada pela banda Eagles. Foi apenas um comparativo com a minha nova experiencia de vida que é trabalhar num hotel, na recepção.
Está sendo muito interessante e um intenso contato com executivos e turistas.
Dia 3 de março completará um mês que estou aqui.

Adoro atender as pessoas. Há mais de 20 anos faço isso.
Dar dicas de passeios, de restaurantes, sugerir algo para fazer em Porto Alegre, além de sempre ser prestativo e simpático.
Hotel Master Premium Cosmopolitan é o nome do local, pertencente ao Grupo Isdra.
Vamos ver o que acontecerá daqui para frente pois entrei para, um dia, gerenciar um hotel da rede.

domingo, fevereiro 14, 2016

Um quarteirão inusitado !

Sempre gostei de exercitar minha criatividade criando nomes, coisas, textos, etc...
Também adoro criar nome de empresas.
Imaginei um quarteirão com estabelecimentos que fogem do comum mas que poderia ser um ponto turístico na cidade.
Vamos aos fatos:

Funerária VÁ PRO INFERNO

Lavanderia MANCHA NEGRA

Fábrica de guarda-chuvas  E O VENTO LEVOU

Mercadinho SÓ VENCIDOS

Farmácias PAGUE MAIS

quarta-feira, janeiro 27, 2016

Registro público !

Pessoal, vou deixar, aqui, um registro público importante,
Meus irmãos usaram o nome da minha mãe para, covardemente, me expulsarem de casa sob as mais cretinas acusações sem terem prova alguma num processo que isso está registrado. E mais. Cheio de palavras em latim que o conceituado juíz Sérgio Moro, declarou que advogadozinhos de bosta utilizam em seus processos palavras em latim que eles mesmos nem sabem pronunciar.
É o caso do meu irmão, Paulo Rento, que tentou se matar duas vezes mas a incompetência falou mais alto e ele continua vivo e incomodando todo mundo pois sua rede de amigos se reserva a uma mão. E os amigos mesmos se reservam a dois dedos, quiçá.
Eu não consigo entender o porquê dessa raiva toda com uma pessoa que nem eu, querida pela minha mãe, com irmãos, que não moram comigo, quererem me expulsar de casa, com acusações fuleiras e sem provas, conforme escrito no próprio processo em questão.
A vida é difícil,o relacionamento entre irmãos pior ainda e a a ignorância está em toda a parte.

quarta-feira, janeiro 20, 2016

Aí está o meu livro. Quem quiser adquirir é só entrar em contato comigo  pelo email otaviojcduarte@gmail.com     A versão impressa custa 25 reais e o e-book, 15 reais.

A Carta

Oi, mãe ! Não sei onde estás nesse momento mas senti necessidade de mandar-te meus parabéns pelo teu aniversário. Essa data será eterna. Sem...