segunda-feira, outubro 30, 2017

Hotel x Hospital

Mesmo que alguns hospitais aplicam em suas dependências uma cara mais descontraída parecendo um hotel, hospital é um lugar de passagem, de recuperação da saúde  do paciente e esse processo tem que ser o mais breve possível e nas melhores condições de higiene.

Visita só de familiares e, mesmo assim, evitando aglomerações. Certa vez vi uma família inteira entrando em um hospital em Porto Alegre sendo que uma criança carregava uma bola de futebol e um adulto pedia para a turma esperar um pouco pois ele ía fumar um cigarro. Depois, lá se foram para o quarto, levando consigo uma turma de bactérias que se espalharão por onde passam.

Os hospitais deveriam fazer com que apenas pessoas próximas ao familiar possa subir. Em grandes hospitais, horários de visita mais parecem um shopping center de tanta gente circulando para lá e para cá. Ainda mais que muita gente se perde nos corredores e mais bactérias vai deixando pelo caminho.

Hospital não hotel e , mesmo, muitos desses últimos não deixam são proibidos de subirem aos quartos. Somente mediante uma taxa extra.

Hotel não é motel er hospital deveria deixar para trás sua cara de shopping em horário de visita.

domingo, outubro 22, 2017

O Gaúcho da Bombacha Rosa !

Confesso que estou estarrecido com esse "mimimi" contrariando expressões artístcas dos mais diversos gêneros. Os homofóbicos estão saindo do armário e digitando sem parar nas redes sociais. Ali não existe censura, estão seguros em seus lares e avisam para o mundo que são os mais desinformados na face da Terra.

Retrocedemos uns 100 anos. Talvez mais. Tudo o que conquistamos está indo pelo ralo, Exposições são ferrenhamente combatidas por apresentarem nudez explícita, peças teatrais condenadas à fogueira. A liberdade de expressão quer ser dominada pela ignorância das pessoas que sequer sabem ler um texto sem gaguejar. Interpretar o que leu, nem pensar.

Os que condenam a livre expressão artística são os mesmos que frequentam as salas de cinema, desde que o filme seja dublado. Ler, assistir e compreender um filme é muita coisa para os cabecinhas de minhoca. E agora querem ter voz ativa dizendo o que presta e o que não presta para se ver, sentir e ouvir.

Deveriam olhar para o seu interior e reconhecerem que são os ignorantes de plantão se achando formadores de opinião. Para chegar a tal ponto, o cérebro tem que ser exercitado ao longo da vida com muita leitura, muito estudo. Não é vendo novelas da Globo, os Datenas da vida que se forma um opinador consciente. Formam-se pessoas de conversas superficiais que não sabem o significado da maioria das palavras, falam mal e escrevem pior e agora querem tomar conta das artes dizendo o que devemos consumir e assistir.

E, nesse mês, não barrem o gaúcho de bombacha rosa na churrascaria. Ou eles não sabem qual a campanha que está em vigor nesse mês ? Apalpem suas tetas antes que o câncer mate mais um ignorante.

sábado, outubro 14, 2017

Personagens da Vida !

Essa semana tive gratas e frustrantes surpresas em conversas com algumas pessoas aqui em Chapecó. Uma das frustantes foi um comentário de um cidadão, colorado, uns 42 anos de idade, que me fez o seguinte comentário o qual publiquei no meu twitter:

"Mas que é esse cara que vai tocar na sexta no Beira-Rio ? Vai estragar todo o gramado pro próximo jogo" ! Respondi que se tratava nada mais, nada menos, que Sir Paul McCartney. E ele continuou com aquele olhar pensativo de "quem é esse louco" ?

Tudo bem que talvez ele não goste de rock, de samba, que tenha seus estilos preferidos musicais mas certas pessoas a gente sabe de quem se trata pela fama que obtiveram ao longo de seus trabalhos. Principalmente em uma das artes, talvez a mais popular das artes do planeta, que é a música.

Sei quem é Luan Santana. Desconheço o que ele canta. Mas sei quem é. Assim como Tonico e Tinoco, Daniela Mercuri, Os Tuaregues, e assim por diante. São artistas que não escuto. Nem por isso os ignoro-os.

Imagina se eu completo a conversa com um:
- Soubestes da controvérsia que causou a exposição do QueerMuseu em Porto Alegre ?

Não ía acabar bem o batepapo.
Há 8 segundos

domingo, outubro 08, 2017

Não parei no tempo !

As fico imaginando que esse fenômeno está acontecendo mas não está. Pelo simples motivo que o tempo não para. Já poetizava Cazuza em seus versos e canções.

O que noto é que o tempo não evoluiu para certas pessoas ou tenho um filtro muito exigente em saber o que presta e o que não presta. O que agrega e o que não agrega valor. Nesse aspecto sou bem chato.

Mas afirmar que sei o resultado disso seria ser arrogante em demasia.

Sabe de um programa que dá uma renomada em minha mente e que passa no canal aberto da Globo ? Altas Horas. Ali circulam diversas épocas em poucas horas, diversos estilos, diversos pensamentos e tendo uma platéia essencialmente jovem.

Esse programa me ajuda a me situar no tempo. Mas não será por isso que deixarei de ser um eterno criticador das questionáveis "coisas" que aparecem por aí. Principalmente no lado musical.

terça-feira, outubro 03, 2017

E agora, José ?

Vistes, falastes e nada agistes.
Deixastes o pastel queimar, a boca falar demais, o discurso superando as atitudes.
E agora, José ?

Voltastes para a cobra peçonhenta,
fostes derrotado pelo líquido malígno,
Mais uma vez o inimigo estava dentro de ti.
E agora, José ?

Não dissestes a que veio
Não viestes de graça
Mas caístes na desgraça de mais uma derrota.
E agora, José ?

Deixarás Saudades !

Como é bacana quando uma pessoa nos deixa nessa vida, deixa, também, um legado. Um legado de amor à vida, ao próximo e muitos, mas muitos en...