sábado, setembro 25, 2010

Carencia, timidez ou sacanagem mesmo ?

Já escrevi sobre isso mas agora darei um novo enfoque: os sites de relacionamentos. O que leva uma pessoa a entrar numa coisa dessas ? Timidez, carencia ou sacanagem mesmo. Porque pra conhecer alguém aqui, hoje em dia, a coisa mudou de rumo.

Vou começar a análise por mim. Eu estou no orkut, hi5, facebook e mais uns que não me lembro. Tem um que parace ser sério. Entram só empresários. Talvez eu feche um grande negócio por ali no dia em que o Roberto Carlos resolver sair de bermuda.

Então por que estou ali ? Por uma simples razão. Como não encontro mais meus amigos e eles também não me ligam, todo dia um está ali colocando fotos notícias e eu vou acompanhando de longe uma amizade que antes era bem próxima. No tempo em que não havia celular nem internet. De vereda, como diz o gaúcho, acabo adicionando pessoas reais ou "fakes" só pra encher a lista de conhecidos.

Na boa ! Um dia deleto todos que nunca falo e nunca vi. Devem sobrar uns 30 dos 300 !

Uma coisa que notei na Argentina, esses dias, é que os prédios que tem sacada, o argentino deixa como está, diferente do gaúcho que fecha uma sacada assim que compra o apartamento dos sonhos com sacada. Um vai dizer..." é que aqui é frio, o cara não aproveita". E lá é mais frio.

E o que isso tem a ver com o assunto ?

A diferença é que o argentino adora estar na rua. Lota cafés, bares, adora o dia e a noite e está sempre lendo ou com seu lap nos bares que, quase todos, tem wi-fi.

Ou seja, a diferença está no não ficar em casa e conhecer gente, coisa que o argentino faz, e o que fica enrustido em casa esperando que algo aconteça via webcam ou nesses sites ilusionistas.

Já disse uma vez e vou repetir. Já deve ter gente no divã dos analistas por causa disso. Daqui uns dias terão clínicas de internação pras pessoas se tratarem desse vicio.

Não foi de graça que recebi os dois beijos na argentina !

quinta-feira, setembro 16, 2010

Mi Buenos Aires Querido !

Depois de uns bons 10 anos e pela terceira vez volto à capital portenha para mais uns dias de prazer e boa estadia. Dessa vez a coisa está um pouco diferente das baladas de outrora e das saídas na madrugada. Estou na companhia de minha mãe e assim estou fazendo companhia a ela.

Tudo muito bom e legal, tirando alguns transtornos ocorridos pois a má vontade em dar informações continua a mesma nos argentinos. Uns arrogantes falidos e idolatrando a economia brasileira em conversas mais íntimas.

Depois irei detalhar mais esse passeio pois o que estou escrevendo aqui está mais pra twitter que blog. Mais isso agora. Daqui há uns 5 meses mais adiante já inventam outra porra pra tomar nosso tempo e encher o grosso livro das senhas de nossas vidas.

Nos falamos, pessoal !

terça-feira, setembro 07, 2010

Faço parte da história

Agora estou eternizado ! Uma cartada que faltava em minha vida. Se alguém pensava que iria se livrar de mim depois da minha morte se enganou. Minha imagem, meu nome agora estão num museu. Pra delírio de meus fãs, para o desespero de quem me odeia.

Recentemente doei minha carteirinha de sócio juvenil para o Museu do internacional. Eles não tinham essa carteirinha que está em ótimo estado de conservação, com meu nome completo e minha foto. Datada de 1973 quando eu era assíduo frequentador do Beira-Rio.

Ela será exposta nos próximos dias. Vai passar por um crivo da diretoria mas já me adiantaram que estará lá, para a torcida colorada me fotografar e eu fazer parte da história desse clube tão querido por mim e por milhões de pessoas.

Coitado do Van Gogh !

Vincent Van Gogh, famoso pintor holandês (o restante sobre ele procurem no wikipedia) foi o homenageado pelo banco Santander, aliás espanhol...