sábado, janeiro 05, 2019

Perdi o sono mas não perdi a memória !

Acordo dia 5 de janeiro, 4 e meia da manhã, e vou ver se minha moderna tv de última geração, Sky oficial, pagamento em dia, está funcionando, pois muitos canais "sumiram". Que maravilha. Se temos histórias para contar para os netos da máquina de fax, os futuros pais terão sobre como um sinal de uma das mais poderosas empresas de tv à cabo, te deixa na mão na hora da ejaculação do filme pornô.

Mais ainda bem que tem o Canal Brasil e esse estava no ar na minha tv de led de marca famosa. E não estava rolando pornô, como de costume.

Estava, sim, rolando um documentário sobre o lendários Circo Voador, instalado no bairro da Lapa no Rio de Janeiro onde só traficantes, prostitutas e a chinelagem humana frequentava.

Ali nasceu um movimento que dura até hoje. 19882. Minha banda de rock estava de formando e fazendo shows mas o Circo ficava há 2.000 km de distância. Era inviável esse deslocamento para fazer um show onde nada se ganharia. Mas seria um grande investimento nos olhares de um visionário empresário.

O documentário do Canal Brasil ainda continua rolando na tv de led de última geração mas não preciso de uma memória RAM adicional para, em lágrimas, me lembrar desse ótimo tempo quando eu estava com 22 anos. No auge da ousadia.

Coitado do Van Gogh !

Vincent Van Gogh, famoso pintor holandês (o restante sobre ele procurem no wikipedia) foi o homenageado pelo banco Santander, aliás espanhol...