quinta-feira, setembro 03, 2009

MAAS

A palavra acima é um código usado pelas companhias aéreas e que me fez tornar um VIP na aviação. Tenho atendimento prioritário e passo na frente de qualquer tipo de político e outras figurinhas adeptas ao carteiraço.

MAAS quer dizer "máxima assistencia" e está destinada aos portadores de deficiência que requerem cuidados especiais. Ora, sou deficiente e também gostaria de atendimento especial, afinal me enquadro totalmente na lei. E a lei está aí para ser usada e foi o que me disse uma pessoa da companhia aérea que viajei. Me disse que também não perderia essa mordomia se fosse seu caso.

Tá certo ! Passei por 6 cirurgias corretivas, não gostaria, no fundo, de ser um deficiente, mas já que tenho a sequela, vamos aproveitar.

Com esse código, o atendimento VIP já começa na chegada ao aeroporto. Disponibilizam um funcionário para empurrar teu carrinho, carregar tua bagagem de mão, passar na frente de tudo e de todos no check-in, depois ele te acompanha até o portão de embarque, se não tiver cadeira para tu esperares sentado ele arranja uma, passas as instruções para os colegas e eu sou o primeiro a entrar no avião, antes da chamada dos demais mortais.

Entrando no avião, um dos comissários me recebe quase que com um abraço, me pergunta onde eu quero sentar, independente do lugar que me marcaram, pergunta se eu desejo alguém para me acompanhar em terra no meu destino até me botarem num taxi ou ônibus para me levar para casa.

Realmente, um atendimento VIP em todos os sentidos. Gostei de ser MAAS.

Assim eu vou aproveitando tudo que der. Agora também já não pago área azul, não entro mais em fila de banco e faço concursos com reserva de vagas.

Entrei na Prefeitura de Porto Alegre assim. Meu lugar entre os mortais no concurso foi mais de 500. Mas com a reserva de vagas fui chamado já na primeira leva com vagas para os 30 primeiros. E tenho certeza que não se arrependeram de terem me chamado prioritariamente pois as expectativas e minhas contribuições no trabalho tem deixado todos contentes.

Nenhum comentário:

Aplaudido e Vaiado !

Quem emite opiniões está sujeito a isso. Agrada um lado, desagrada outro. Eu não escrevo para agradar um grupo ou alguém. Eu escrevo por que...