terça-feira, dezembro 20, 2016

No embalo do David Coimbra !

O colunista do jornal Zero Hora, ainda nos Estados Unidos tratando de sua saúde, escreve na sua coluna de hoje um artigo sobre a dura vida do desempregado à procura de um lugar ao Sol.
Mais especificamente, a peregrinação, muitas vezes desastrosas e humilhantes, de ir de empresa em empresa para preenchimento de "fichas" atrás de uma oportunidade que, na maioria das vezes, nem te chamam para ouvir o que tens a dizer.

Entendo que é um trabalho duro para o RH realizar uma seleção ainda mais quando a quantidade de pessoas ultrapassa a expectativa. E fico imaginando quantos talentos desperdiçados por decisões precipitadas e errôneas dando oportunidade a quem, mais adiante, será dispensado por incompetência mas aprovado por ter sido simpático ou por uma indicação de alguém da empresa e que o RH nem se preocupou em aprofundar-se em conhecer mais profundamente o candidato.

A mesma relação faço com as chamadas "peneiras" nos grandes clubes onde, em poucos minutos, o candidato a craque tem que fazer um "milagre" com a bola e agradar a um desinteressado selecionador de futuros jogadores profissionais.

Mas a vida é assim mesmo. E temos muitas oportunidades em cidades menores mas com uma economia ascendente. Foi essa minha decisão em ter saído de Porto Alegre e me enveredar por outros pagos pois, como sempre diz o gaúcho, "não podemos se entregar pros homens, mas de jeito nenhum, amigo e companheiro".

Nenhum comentário:

Aplaudido e Vaiado !

Quem emite opiniões está sujeito a isso. Agrada um lado, desagrada outro. Eu não escrevo para agradar um grupo ou alguém. Eu escrevo por que...