Planeta Atlântida 2018 !

Fui à primeira edição do Planeta Atlântida, acho que foi 1995. Fui à trabalho. Minha empresa era responsável pela sinalização do evento. Iria de qualquer jeito. Muita gente que tocou eu gostava e fui. Fui, gostei, me diverti, sendo que repeti por mais 5 edições.

Hoje não vou mais pois o que toca lá nada tem a ver comigo. Confesso que nomes que fazem sucesso atualmente eu desconheço. Talvez eu esteja acomodado para o Planeta Atlântida. A coisa é bem simples. Tem lugares que me agradam, tem eventos que me agradam e é pra lá que vou.

Se um transexual está subindo ao palco e tem milhares de pessoas para vê-lo, nada tenho a ver com isso. Gosto não se discute. Se aprecia. Cada um com seu grau de informação, nível cultural, estilo de vida, etc...

O mundo seria uma merda se todos gostassem do que eu gosto. Seria uma merda se todos escutassem o mesmo tipo de música que escuto, vestissem o mesmo estilo de roupas que me agrada, fossem passar as férias nos mesmo lugares de sempre. Seríamos uma grande boiada.

Quem planeja o Planeta Atlântida sabe o que as pessoas querem ouvir. E reúne um público muito maior que um Grenal, que um Flaflu, e emparelha com o público de um Paul , ex-Beatle.

Ou seja, tem público para tudo e isso é que interessa. E que todos se divirtam nesses eventos.

Eu não fui mais no planeta Atlântida pois estou morando não tão perto mas gostaria de ter ido pois rolam dezenas de coisas paralelas que, nem sempre, o show principal é a melhor atração para mim.

Que venha o Planeta Atlântida 2019 !

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

No calor dos fatos !

O acampamento da insanidade !

Hotel x Hospital