Eu Votei no Lula !

A história do Brasil vira mais uma página. O tempo nos dirá qual a magnitude dessa página virada.Se positiva ou negativa. O importante é que evoluímos

Um cidadão que nasceu no interior de Pernambuco, em condições precárias, rumou, como quase todo nordestino, ao Estado de São Paulo em busca de uma vida melhor. O cidadão em questão arrumou emprego em uma metalúrgica, perdeu um dedo em um acidente de trabalho e, como costumam dizer as classes mais pobres, se encostou no INSS, na época, INAMPS, ou antes disso, no INPS.

Nunca mais trabalhou, digamos, nas condições dos demais brasileiros com carteira assinada, apesar de termos inúmeros trabalhadores sem uma perna, um braço, surdos, mudos e que continuam trabalhando com a maior dignidade.

Mas o Lula não. Ele confundiu liderança com idolatria. Auto-didata, com poderes extremos,  começou a se achar acima da lei quando um dos maiores líderes americanos o chamou de "my man".

Líder sem qualquer estudo, carismático, exímio palestrante, apesar de se perder nas próprias palavras da língua-mãe, ainda assim, consegue ser comunicativo.

O líder carismático teve um fim, ou uma continuidade da sua história, de amargura em 15 metros quadrados.

Na boa, não consigo entender o que se passou com essa pessoa mas terá tempo suficiente para a reflexão. Esse é um dos propósitos de uma prisão. Poderes refletir as cagadas que o levaram a essa situação.

Como dizia o brilhante jornalista Joelmir Beting, "o PT é um partido fundado por presos políticos e que vai acabar com os políticos presos".

Supimpa !

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

No calor dos fatos !

O acampamento da insanidade !

Hotel x Hospital